Como fazer o bebê dormir de dia | Macetes de Mãe

Como fazer o bebê dormir de dia


21 de dezembro de 2012

Nos últimos dias conversei brevemente com três amigas que estão com bebês novinhos em casa e, para minha surpresa (ou não) a reclamação de todas era a mesma – meu filho não dorme de dia. Para completar, lá no grupo de discussão Macetes de Mãe a pergunta que mais tem rolado também tem a ver com esse assunto: como fazer meu bebê dormir durante o dia? Bom, daí surgiu a inspiração para esse post.

Eu, particularmente, também sofri bastante com esse problema. Quase enlouqueci, na verdade! O Léo teimava em não dormir de dia, brigava com o sono, ficava irritado, me irritava, e por aí ia. No meio da loucura geral, conversei com quase todas as minhas amigas que tinham filhos, fiz mil perguntas, li vários livros, pesquisei na internet, fui fazendo testes e mais testes, mexi daqui, mexi dali até que… tchan, tchan, tchan… hoje o Léo dorme sozinho e tira sonecas longas e tranquilas!

Posso dizer que agora é tudo perfeito, que ele dorme suuuuuuper fácil? Claro que não! Porque cada bebê é um bebê e cada casa é uma casa. Ou seja, não há verdade universal ou solução perfeita que se encaixe em todas as situações. Mas dá para a gente seguir alguns passinhos básicos para a hora da soneca não virar a nossa hora do pesadelo.

O problema das sonecas diurnas, desconfio eu, intensificou-se nas últimas demanas devido ao calor infernal que está fazendo. Inverno é friozinho, é gostosinho ficar na cama, e aí é tudo mais fácil. Mas com esse calorão, quem quer dormir? Nem a gente né, quanto menos um serzinho inexperiente que nem sabe ainda como se faz para dormir.

Vocês viram o que eu acabei de escrever? “Um serzinho inexperiente que nem sabe ainda como se faz para dormir.” Gente, de tudo que eu li, essa foi uma das coisas que mais me marcaram. Bebês não sabem como dormir, não sabem o que fazer para dormir, cabe a nós ensinarmos a eles como relaxarem e pegarem no sono, já que o sono é um fator de extrema irritabilidade para eles. Eles sofrem e nem sabem por que.
Bom, mas e como resolver esse problema? É possível? Existe solução?

Existe sim, mas ela não é a mesma para todo mundo. O caminho trilhado para se chegar na solução é o mesmo, mas a solução que cada mamãe irá encontrar irá variar.

Por exemplo, eu sempre li que o ideal é o bebê dormir sozinho e no seu bercinho. Assim ele está em um lugar seguro que permite que ele descanse tranquilamente. Claro que concordo com isso, mas é claro que não foi assim que o Léo quis. Hoje ele dorme sozinho, tranquilamente, mas na minha cama. Foi assim que conseguimos resolver a situação e é assim que funciona aqui em casa.

Bom, continuando… Depois de muito ler, pesquisar e testar, percebi que se seguirmos algumas regrinhas simples nós conseguiremos ajudar nossos bebês a dormir.

Saiba quais são as sete regrinhas mágicas:

1. Identifique o horário do soninho do seu bebê. Preste atenção no horário que o soninho do seu bebê começa a chegar e o coloque para dormir exatamente nesse momento. Não deixe passar da hora, pois quando perdemos o ponto ideal do sono é mais difícil do bebê relaxar e dormir. Ele começa a ficar irritado, a brigar contra o sono, e aí vira aquela novela que conhecemos. Mas como identificar a hora do soninho dele? Normalmente os bebês demonstram sono esfregando os olhinhos, ficando com os olhinhos vermelhos, bocejando, dando gritinhos e ficando mais irritadinhos que o normal. Preste atenção no seu bebê e identifique quais são os sinais dele. Eu já sei que a hora do soninho do Léo é no meio da manhã e no meio da tarde. Assim, organizei a rotina aqui em casa para não perder esses precisoso momentos.

2. Crie uma ROTINA de sono para o seu bebê (esse talvez seja o ponto mais importante. Arrisco-me a dizer que É!). Assim como acontece à noite, que o bebê tem uma rotininha antes de ir para o berço, ele deve ter também uma rotininha diurna. Se você repetir diariamente sempre os mesmos passos antes de colocá-lo para dormir, ele irá identificar que essa é a hora do soninho, irá relaxar e dormir mais rápido. Por exemplo, você pode sempre levá-lo para o mesmo lugar, escurecer o ambiente, colocar ou cantar uma música, entregar seu bichinho favorito e dar um beijo na sua testa. Todos esses passinhos são a rotina da sonequinha do bebê.

3. Descubra o lugar que o bebê gosta de dormir. Outra coisa super importante é identificar o local que o bebê se sente mais à vontade para dormir. Muitas vezes ficamos insistindo e insistindo e insistindo em fazer o bebê dormir no berço, mas ele simplesmente não aceita dormir ali de dia. Foi assim aqui em casa. Lutei muito tempo para o Léo dormir no berço, até que desisti. Fui testando e testando, fiz ele dormir na cadeirinha vibratória por um tempo e, por fim, hoje ele dorme na minha cama (claro que super protegido por almofadas e travesseiros por todos os lados). Eu deito do lado dele, ele relaxa e em minutos dorme. Aqui funcionou assim, você tem que testar e tentar descobrir em que lugar da sua casa seu bebê aceitará dormir mais fácil.

>>> Confira o passo a passo para fazer a famosa Técnica do Ninho que ajuda o bebê a dormir melhor:

4. Cuidado com temperatura e roupas. Preste atenção se a temperatura do ambiente agradável e se o bebê está vestido adequadamente. Dormir sentindo calor ou frio é impossível!

5. Dê para o bebê fraldinhas, naninhas, que o ajudem a pegar no sono. Escolha objetos que irão identificar a hora do soninho e que poderão ajudar o bebê a dormir. Pode ser uma fraldinha ou um bichinho macio que o bebê fique apertando ou esfregando no seu rostinho (cuide para escolher objetos seguros). Objetos que identifiquem a hora do soninho são importantes para o bebê já ir se preparando para isso. É mais ou menos como na hora de comer. O bebê sabe que é a hora da papinha pois vê o cadeirão, vê o pratinho, colher, etc… Na hora de dormir deve ser a mesma coisa. Aqui em casa uso com o Léo uma fraldinha e um travesseirinho de pelúcia super fofo. Ele fica massando e apertando os dois até pegar no sono.

6. Deixe o ambiente à meia luz. Outra dica é escurecer um pouco o ambiente, para o bebê relaxar e identificar que é a hora da sonequinha (sem escurecer demais, para o bebê não trocar o dia pela noite).

7. Coloque para tocar lullabies. Uma coisa que pode ajudar na hora da soneca é tocar músicas ou sons que ajudem o bebê a relaxar – os famosos lullabies. Eu, particularmente gosto muito dos Lullabies Baby Einstein e até já fiz um post sobre isso aqui.

Gente, essas são algumas coisas que baseada em leituras, experiências de terceiros e experiência própria eu percebi que ajudam na hora da soneca do bebê. Sugiro você testá-las e ir adaptando à sua necessidade, pois como disse, cada caso é um caso.

Boa sorte!!! Espero que em breve seu baby esteja tirando longas e gostosas sonecas. E lembre-se: crie uma rotina do sono diurno e repita-a religiosamente todos os dias, sempre no horário do soninho do bebê. Com o tempo, ele irá se acostumar a isso, relaxar e dormir tranquilamente, seja no berço ou em qualquer outro lugar que ele se sentir confortável e seguro.


Leia mais sobre o tema sono aqui no blog: 
Shantalla – massagem relaxante para bebês
Como fazer o bebê dormir sozinho no berço à noite