Como levar papinha congelada em viagens | Macetes de Mãe

Como levar papinha congelada em viagens


14 de Janeiro de 2013
No final do ano passado viajamos com o Léo e ficamos sete dias fora de casa. E como ele já está comendo papinha doce e salgada e não dou papinha industrializada para ele (nem posso, por conta da APLV e do traço de leite que elas podem conter), eu comecei a quebrar a cabeça para ver como faria para resolver essa questão.

No fim, resolvi de uma forma bem simples e deu super certo.

Primeiro, eu não levei as papinhas doces. Deixei para dar frutinha esmagada que peguei no próprio hotel: banana, pera, etc… Uma coisa a menos para levar.

Mas ainda restava eu resolver o problema da papinha salgada, que ele estava comendo só no almoço, naquela época.

Usei esses saquinhos de congelar leite da Lansinoh para
congelar a papinha, só que na hora de tranportar claro que
dobrei a parte de cima para ficar pequenininho. Essa dica já
havia sido dada lá no Instagram MdM.
O que fiz foi, durante a semana que antecedeu a viagem, preparar todas as papinhas salgadas que eu levaria, do mesmo jeito que eu preparo para dar para ele no dia a dia (como já comentei em outro post aqui, eu uso o BabyCook da Beaba). Só que em vez de guardar em potinhos, na geladeira, eu guardei dentro de saquinhos para colocar leite (eu usei os da Lansinoh, que são BPA Free).
Aí guardei os saquinhos no freezer e depois que eles já estavam bem congelados eu identifiquei um por um com os ingredientes que continham naquela papinha (coloquei uma etiqueta de papel adesivo mesmo). A ideia era saber o que havia ali, pois, se fizesse mal, eu não repetiria essa papinha na viagem.
Bolsinha térmica da Skip Hop usada para
transportar parte das papinhas.
Bom, depois de ter todas as papinhas congeladas, eu teria que ver como transportá-las. Também foi relativamente simples. O que fiz foi comprar uma bolsinha térmica e aproveitar uma que eu já tinha em casa.A que tenho em casa é essa da Skip Hop, que tem um gelzinho dentro. Congelei o gel com antecedência e minutos antes de sair de casa para viajar coloquei tudo na bolsinha: gel e papinhas.

A outra bolsinha que usei foi uma bolsinha térmica da Empório da Papinha. Essa bolsinha não vem com gelzinho para congelar e manter os alimentos resfriados por mais tempo, mas aí eu coloquei dentro uma placa de plástico que vai água dentro e que também congelei com antecedência. Detalhe: essa placa foi invenção minha. Essa placa veio com o meu climatizador de ar Eletrolux e é usada dentro dele justamente para refrescar o ar que ele emite na função brisa. Olhei para o negócio e pensei que poderia funcionar. Pois funcionou perfeitamente, até melhor que a bolsinha de gel (vale a pena checar se não vende algo parecido por aí, isso eu não sei dizer).

Essa é a bolsinha térmica do Empório da Papinha
e a plaquinha de plástico que eu falei que tirei do
Climatizador Eletrolux.
Bom, desde a hora que saí de casa até a hora que eu cheguei no destino, que era um hotel, passaram-se cinco horas. Por esse período garanto que a papinha se mantém congelada, mais do que isso não posso garantir.Chegando lá, pedi para usar o freezer da cozinha do hotel para guadar as papinhas, ainda dentro das bolsinhas, mas fiquei com medo que houvesse algum problema e que eles perdessem as minhas bolsinhas, então resolvi testar se tudo bem deixar no frigobar do quarto. E não é que funcionou? Mantive as papinhas dentro das bolsinhas térmicas e coloquei as bolsinhas dentro do congelador do frigobar. Coloquei o frigobar na potência máxima e evitei ficar abrindo a porta para não alterar a temperatura interna. Funcionou super bem. Durante 7 dias as papinhas ficaram perfeitas (acho duraria mais que isso, mas aí não testei).

Bom, foi mais ou menos isso que eu fiz para levar as papinhas congeladas nesta viagem com o Léo. Acho que se vocês seguirem essas orientações, não deverão ter problemas.

Bom, mas para garantir que não ficou nenhuma dúvida, vou recapitular o que eu coloquei acima nos 10 tópicos abaixo. Ah, também coloco a seguir umas dicas extras super úteis que não comentei no texto:

  1. Na semana anterior à viagem prepare as papinhas da forma que você prepara normalmente.
  2. Não teste receitas novas em viagens. Deixe para fazer isso na volta. Se alguma papinha nova que você levar seu filhote não gostar ou fizer mal, você estará em apuros.
  3. Sempre leve algumas papinhas extras, para uma eventualidade.
  4. Se possível, congele as papinhas em saquinhos (eu usei os para congelar leite, da Lansinoh) ou, então, congele em potinhos, mas tire antes e coloque em saquinhos. Dessa forma ocupa bem menos espaço.
  5. Coloque as papinhas na(s) bolsinha(s) térmica(s) só na hora que estiver saindo de casa. Não esqueça de colocar dentro das bolsinhas esses envelopes com gel que vão para o freezer e que ficam congeladinhos também. Elas servem para manter a papinha resfriada por mais tempo (ou use o macete que eu comentei acima, da plaquinha de plástico com água dentro, que tem no climatizador da Eletrolux).
  6. Quando as bolsinhas térmicas já estiverem fechadas, passe bastante filme plástico em volta e, se possível, envolva-a numa fralda. Ela irá “suar”e poderá deixar únido o que tem em volta.
  7. Escolha bolsinhas térmicas pequenas, mesmo que você tenha que levar mais de uma. Quanto mais cheia a bolsinha, melhor ela conservará a temperatura e levará mais tempo para descongelar as papinhas. Ainda, se você escolher uma bolsinha grande, ela não caberá dentro do congelador do frigobar do hotel (lembre-se, eu comentei acima que guardei as papinhas no congelador do frigobar mas dentro das bolsinhas térmicas).
  8. Leve as papinhas na sua bagagem de mão, para evitar que você chegue no destino e elas não.
  9. Ao chegar no destino, coloque as bolsinhas térmicas de volta no freezer ou congelador imediatamente (como eu já comentei, o congelador do frigobar, na temperatura máxima, dá conta).
  10. Use primeiro todas as papinhas de uma bolsinha e só depois utilize as da outra (se você levar mais de uma). Como disse, quanto mais cheia as bolsinhas estão, com mais eficência elas mantém a temperatura.
  11. Para descongelar as papinhas, minha dica é deixar por algumas horas em temperatura ambiente (3 a 4 horas em dias quentes é o suficiente ou deixar dentro de um pratinho com água quente. Evite usar o microondas, mesmo sendo os saquinhos BPA free. (uma leitora que me lembrou desse detalhe)
  12. Para aquecer a papinha, peça para usar o microondas do restaurante do hotel. É só dizer por quantos segundos colocar que eles fazem sem problema nenhum (lembrei de inserir essa dica por conta de um questionamento de outra leitora.
Espero ter conseguido tirar algumas dúvidas sobre esse assunto. Qualquer questão não respondida, deixe seu comentário abaixo.
Boa viagem!


Leia outros posts relacionados a esse assunto:
Dicas que ajudam na hora da papinha
Introduzindo papinha de frutas e suquinho na dieta do bebê
Técnica para ajudar o bebê a comer papinha
Receita de papinha salgada
Viajando com bebês – como organizar a mala
Viajando com bebês – o que levar na mala
Viajando de avião com um bebê – o que você deve saber

Confira dicas para congelar e descongelar papinhas nesse video do Canal Macetes de Mãe: