Dicas para a instalação da cadeirinha do carro | Macetes de Mãe

Dicas para a instalação da cadeirinha do carro


30 de Janeiro de 2014

Captura de Tela 2014-01-29 às 22.53.06Seguindo a série de posts sobre cadeirinhas de carro, hoje eu trago dicas para vocês fixarem as cadeirinhas adequadamente, garantindo assim uma maior segurança para os pequenos.

Para começar, indico que vocês se informem e estudem (acreditem, talvez seja necessário estudo mesmo!) sobre todos os detalhes da instalação do modelo escolhido por vocês. Isso pode ser feito das seguintes maneiras:

Checando o manual da cadeirinha: a opção mais óbvia, claro! A primeira coisa a ser feita, quando for instalar a cadeirinha no carro, é checar as orientações do manual que vem junto com o produto. Lá, vem descrito o procedimento e, quase sempre, ele é ilustrado com imagens ou desenhos, para facilitar o processo. Ou seja, nada de sair fazendo na intuição, viu! Tem que pegar o manual e estudar mesmo.

Checando orientações na própria cadeirinha: várias cadeirinhas vem com as instruções de instalação nelas mesmas. Cheque suas laterais ou a parte de trás para ver se há algo identificado (pode ser um adesivo ou uma inscrição no próprio plástico da cadeirinha).

como instalar cadeirinha de carro
Algumas cadeirinhas vem com orientações de como fixá-las.

Recorrendo a vídeos explicativos na internet: quase todos, se não todos, os modelos de cadeirinha existentes no mercado tem vídeos explicativos com detalhes da sua instalação disponíveis na internet. Você poderá encontrá-los no site do fabricante, em sites de revendedores como a Amazon (dentro da página de venda do produto) ou no youtube, em canais dos fabricantes , de algumas instituições que testam/avaliam produtos ou de usuários mesmos, que passaram pela experiência e resolveram registrar suas dicas em vídeos para ajudar outros pais desesperados (muito são mais úteis que o dos fabricantes, pois são bem reais e mostram sem rodeios dificuldades e como superá-las).

Importante: Não esqueça de checar também o  manual do carro, pois nele  há orientações de como fixar adequadamente a cadeirinha do bebê. Claro que não tem uma explicação detalhada para cada modelo de cadeirinha, mas as orientações gerais de segurança.

Bom, agora que vocês já estão craques na parte teórica da instalação da cadeirinha, chegou a hora de partirmos para algumas dicas práticas, que ajudam a garantir o sucesso da instalação desse apetrecho. Vamos lá…

Passe o cinto nos locais indicados da cadeirinha ou da base e força na peruca! Na verdade, não é força na peruca, mas força nos braços mesmo. Assim que o cinto estiver nos locais indicados pelo manual, vocês terão que apertá-lo bem até o ponto da cadeirinha praticamente não se mover (é aceitável que ela se mova, no máximo, 2cm para os lados). Só depois disso é que vocês podem fixar o cinto. Para chegar a esse ponto de “firmesa” do cinto o melhor mesmo é quem está fixando a cadeirinha montar sobre ela, para garantir que a “amarração” ficará bem firme.

Se possível, executem a tarefa a dois. Se duas pessoas puderem participar do desafio de prender a cadeirinha, melhor. Pois assim um monta na cadeira e o outro puxa o cinto, com toda a força que tiver (gente, sério, o negócio não é brincadeira!).

Evite usar a mesma cadeirinha em dois carros frequentemente. Você está vendo que fixar a cadeirinha no carro não é tarefa para os fracos, certo? Agora já pensou ficar repentindo isso a toda hora? É claro que não vai rolar e é claro que o trabalho vai sair “matado”. Então, a minha dica, se costumam sair bastante em dois carros levando as crianças, é terem uma cadeirinha para cada um deles. Aí vocês fixam uma única vez  e depois só vão checar se segue firme, bem pesa, sem folga, etc…

Mantenha o cinto da cadeirinha bem ajustado. De nada adianta prender bem a cadeirinha se a criança ficar solta dentro dela. O cinto de segurança da criança deve estar bem justo ao corpo, deixando, no máximo, um dedo de espaço entre ela e o cinto. Isso também é importante para que a criança, depois de um pouco mais velha, não fique tirando os seus braços de dentro do cinto (e ficando presa somente pelo quadril, coisa que o Léo adora fazer, mas que agora não vai fazer mais, porque se eu dei a dica aqui então tenho que colocar em prática também! kkk!).

Se possível, instale a cadeirinha na parte central do banco de trás. Esse local garante mais segurança no caso de uma colisão lateral. Caso tenham mais de um filho, reservem esse lugar para o mais novo.

Cadeirinha na posição certa. Não esqueça que o ideal é a cadeirinha ficar virada para trás pelo maior tempo possível. Mas se você optar por virá-la para frente, o mínimo que se deve esperar é até a criança atingir 1okg (em torno de um ano de idade). Também cuide para que a cadeirinha fique  na inclinação correta. Quando ela é fixada com base, isso é mais fácil, mas quando ela é presa diretamente no banco, sem a tal base, corre-se o risco dela ficar mais inclinada para frente ou para trás . Para evitar isso, alguns modelos de cadeirinha  possuem uma marcação horizontal (uma linha) e junto dela a orientação de que ela deve ficar numa posição 100% horizontal (retinha). Isso ajuda bastante a encontrar a posição certa da cadeirinha.

E você? Descobriu alguma dica valiosa na prática? Algum macete que ajuda na hora de fazer a instalação da cadeirinha ou que aumente a segurança da criança nela? Se sim, não deixe de compartilhar esse aprendizado no espaço para comentários abaixo.

Leia outros posts da série “Cadeirinhas de carro para bebês e crianças”: