Dicas para acalmar o choro do bebê na cadeirinha do carro

Dicas para acalmar o choro do bebê no carro


25 de outubro de 2013
cadeirinha de carro
Imagem: What to Expect

Ontem, recebi um e-mail de uma leitora pedindo dicas para fazer seu filho ficar na cadeirinha do carro sem chorar. Segundo ela, é só colocá-lo na cadeirinha que ele começa o berreiro e só para quando chegam no destino. Como eu não vivi essa situação com o Léo (ele nunca foi de reclamar muito por estar no bebê conforto ou cadeirinha), tive que recorrer à ajuda dos universitários (ou seja, pedir ajuda a outras mamães, leitoras do MdM).

E não é que essas outras mamães toparam o desafio e mandaram sim as suas sugestões?! E muitas! Foram mais de 290 comentários no post que eu fiz perguntando o que elas faziam nessa situação (perguntei na fanpage do blog). E de lá saíram muitas dicas bacanas, de coisas que eu nem sonharia em fazer se tivesse passado por um perrengue desses.

Li tudo que foi postado, fiz um resumão do que foi sugerido e agora compartilho as dicas aqui com vocês. Espero que gostem, que seja útil e que ajude muita gente. E meu super agradecimento às 297 mamães que contribuíram com dicas, ensinamentos ou simples mensagens de “força na peruca, amiga!”. :-)

Importante: gente, não há garantias de que essas dicas irão funcionar para todo mundo. Mas não custa tentar, né? Se funcionou para alguém, pode vir a funcionar para você também. Boa sorte!

  • Exemplo de espelho retrovisor para bebê.
  • Acostumar o bebê desde cedo a andar no bebê conforto ou cadeirinha quando está no carro (isso é OBRIGATÓRIO POR LEI, e é super importante para a segurança do bebê. Não se deve jamais transportar uma criança sem esse acessório);
  • Não ceder ao primeiro choro do bebê. Ou seja, não parar o carro e tirar o bebê da cadeirinha para acalmá-lo logo ou sempre que ele chorar (muito menos tirá-lo se o carro estiver andando). Se você tiver certeza de que ele está confortável e sem nada o incomodando, tente outras alternativas para acalmá-lo antes de parar;
  • Checar se o bebê está confortável: não está com nada apertando/machucando, não está pegando sol ou vento demais nele, não está com fome, sede, calor, etc…
  • Usar protetores de sol para evitar que pegue sol no bebê,…
  • Usar ajustes de pescoço (aquelas almofadinhas que parecem uma mini almofada de amamentação ou algo parecido) para evitar que a cabeça do bebê penda para o lado quando ele é muito pequeno;
  • Usar espelho retrovisor no banco no qual o bebê conforto/caderinha está instalado. Isso permitirá que o bebê veja você e sinta-se mais seguro.
  • Checar se o tamanho do bebê conforto/cadeirinha está adequado para o tamanho do bebê;
  • Colocar roupas mais leves quando for andar de carro porque bebês conforto e cadeirinhas costumam “abafar” o bebê;
  • Cantar para acalmar o bebê. Músicas suaves e que ele goste;
  • Colocar para tocar músicas que o bebê goste;
  • Dar brinquedinhos que ele goste ou que sejam novidade (nem precisa ser brinquedo mesmo, qualquer objeto diferente – e seguro – vira atração por um tempo);
  • Usar um móbile específico para bebê conforto;
  • Conversar e explicar porque vocês estão ali, para onde estão indo, o que irão fazer no destino, etc (sim, os pequenos entendem muito mais do que a gente imagina!)…
  • Conversar assuntos aleatórios que despertem a atenção do bebê;
  • Mostrar o que você está vendo do lado de fora do carro e dizer para o bebê olhar também. Contar uma história envolvendo o ambiente;
  • Usar DVD portátil ou iPad preso ao encosto do banco da frente e aí colocar para o bebê assistir DVDs que ele goste (Galinha Pintadinha foi a sugestão master!);
  • Levar a cadeirinha para dentro de casa para o bebê sentar nela lá e ir acostumando;
  • Colocar um travesseirinho fino na lombar do bebê. Isso ajuda bebês que tem refluxo e que sofrem mais na posição da cadeirinha porque comprime o estômago;
  • Não andar de carro logo após as mamadas caso o bebê tenha refluxo (o andar do carro e a posição do bebê conforto/cadeirinha fazem com que o refluxo piore e o bebê acaba chorando);
  • Mudar a posição da cadeirinha (de costas para frente) se a idade/peso do bebê já permitir (alguns bebês quando passam a andar olhando para frente ficam mais seguros porque vêem a mãe/pai);
  • Colocar uma fralda ou pano de algodão entre a cadeirinha e o bebê (por ser mais confortável que os tecidos das cadeirinhas);
  • Se for um trajeto mais longo (viagem), parar de vez em quando e sair do carro para descansar.
  • Alguém sentar no banco e trás com o bebê (quando possível);
  • Transformar a hora de ir para a cadeirinha em algo divertido: colocar com calma, rindo, brincando, contando uma história sobre a cadeirinha, etc…
  • E, por fim, ter paciência, muita paciência. Um dia passa. :-)