Fase da angústia da separação - exercícios que ajudam o bebê a superá-la

Fase da angústia da separação – exercícios que ajudam o bebê a superá-la


19 de Março de 2014

fase da angustia da separacaoHá um ano atrás, abordei aqui no blog um assunto conhecido como fase da angústia da separação, que é um período no qual o bebê ou criança torna-se mais “agarrado” à mãe e sofre mais fortemente a sua ausência. Pois hoje, quem volta a falar sobre esse assunto, e expandindo um pouco o tema, é a consultora de sono materno e infantil Márcia Horbácio, uma colaboradora já conhecida do blog.

No texto abaixo, ela fala um pouco sobre essa fase tão desafiadora para os bebês e crianças, dá algumas dicas que nos ajudam a identificá-la e, por fim, compartilha alguns exercícios que podem ser executados nesses períodos e que ajudarão os bebês a superarem as dificuldades.

Boa leitura!

Sobre a fase da angústia da separação, por Márcia Horbácio

A ansiedade da separação é uma fase do desenvolvimento infantil em que a criança demonstra sentir medo ou angústia ao se separar do seu  cuidador primário, na maioria das vezes, a mãe. É uma fase normal de adaptação ao crescimento emocional e mental  que pode acontecer a qualquer momento até os 6 anos de idade, sendo que alguns casos até com crianças de 7 a 9 anos de idade.

Ao desenvolver a ansiedade da separação a criança dá uma demonstração de desenvolvimento intelectual, já que através dela revela entender que a maneira como ela, a criança,  reage à ausência da mãe pode ter um efeito na sua atitude e nas suas emoções e, talvez,  modificar uma situação que ela não deseja.

Como saber se o meu bebê está passando por essa fase?

Se o bebê demonstrar todos ou grande parte dos sintomas abaixo pode estar passando pela fase da angústia da separação:

  • Seu bebê chora sempre que você sai de perto dele;
  • Ele demonstra que quer ficar com você o tempo todo mesmo que outras pessoas conhecidas estejam presentes, ou seja, sempre prefere você;
  • Tem dificuldade para se separar de você na hora de dormir e nas sonecas do dia;
  • A angústia parece desaparecer assim que você volta;
  • Demostra ter medo de estranhos.

Você não deve sentir que a ansiedade da separação é sua culpa, ou resultado de alguma atitude que você tem tomado. É apenas uma etapa normal do desenvolvimento do seu filho e uma fase que vai passar assim que ele amadurecer o suficiente para perceber que quando você não está presente você continua a existir.

Muitas crianças começam a apresentar sintomas da ansiedade da separação aos 6 meses e alguns exercícios podem ajudar o seu bebê a aprender que, mesmo quando você não está, você o ama e voltará sempre para ele.

Como posso ajudar meu bebê?

  • Faça brincadeiras de esconder objetos atrás de uma fraldinha ou pano e faça reaparecer. Quanto trouxer o objeto de volta a vista da criança, sorria e diga algo como “Achou!”
  • Se esconda você mesmo atrás de um pano e quando reaparecer sorria e diga de novo algo como “Achou a mamãe!”
  • Saia do ambiente que ele está e vá para outro,  falando com ele de modo que ele acompanhe a sua voz aonde você vá. Não pare de falar enquanto estiver desaparecida mas se ele chorar, volte logo, sempre falando com ele.
  • Procure deixá-lo de vez em quando com alguém bem conhecido e em que ele possa confiar. Nos finais de semana, tente deixá-lo com o pai o máximo que puder enquanto ele estiver nessa fase. (Hora da manicure!)
  • Quando sair, nunca deixe de dizer tchau , saia sorrindo e saia logo para não prolongar esse momento.

O mais importante de tudo: Seja bastante paciente, fique calma e lembre-se que vai passar. Lide com a sua própria angústia de se separar dele para que ele perceba que você está calma e acha aquilo natural.  E não esqueça: quando o seu bebê sente dificuldade de se separar de você ele está mostrando o quanto ele ama a mamãe!

Márcia Horbácio é brasileira, residente no Canadá, e atua como consultora de sono materno-infantil atendendo famílias de todas as partes do mundo há mais de 10 anos. Certificada pelo IMI (International Maternity Institute – Califórnia)  e doula pós-parto certificada pela Cappa Canada, possui também formação no Curso de Privação do Sono e Hábitos Saudáveis de Sono para Crianças,  da Harvard Medical School. Atualmente, é instrutora formadora no curso Maternity and Child Sleep Consultant, da IMI.  

Márcia estará no Brasil ministrando duas oficinas sobre sono infantil, no dia 05 de abril, na cidade de São Paulo. Para informações e inscrições para a Oficina do Sono do Bebê, entre em contato pelo email nanniesanddoulas@live.com. Mais informações sobre o trabalho de Márcia no site de sua empresa Nannies and Doulas on Call.