Doces para festa infantil

Festa infantil – dicas para escolher bolo e doces decorados


23 de agosto de 2013

A primeira dica, e talvez a mais importante delas é: não exagere na quantidade. Doces decorados deixam a mesa mais bonita. Fato! Mas em uma quantidade muito grande poluem a mesa e acabam prejudicando o resultado final. Além disso, eles custam caro, muito mais caro que os doces tradicionais e mais simples, e também acabam sobrando muito mais (isso porque, muitas vezes, infelizmente, eles acabam sendo mais bonitos que gostosos).A quantidade ideal de doces decorados é de, no máximo, três tipos de doces para uma festa de 50 convidados. E de 20 a 30 unidades de cada. Por exemplo: você vai fazer cupcakes, cakepops e docinhos decorados com o tema da festa. Nesse caso, para uma festa de 50 pessoas, o ideal é você ter, no máximo 30 unidades de cada um desses tipos de doces, dando um total de 90 docinhos produzidos.

Outro detalhe: os docinhos que são colocados sobre a mesa de doces são para serem consumidos durante a festa. Por isso, evite colocar nesse local doces envoltos em saquinhos plásticos, pois eles dão a impressão de serem lembrancinhas e aí os convidados vão acabar levando-os para casa em vez de consumi-los na hora. Se você quer fazer docinhos embalados, opte por colocá-los em uma mesa ou outro móvel acessório. Já a quantidade para esse tipo de doce, os embalados, é difícil de ser prevista com exatidão, mas o ideal seria em torno de 1,5 a 2 unidades por convidado (mais ou menos a quantidade que se produz de bem casados por pessoa para um casamento).

Se você está em dúvida entre quais doces escolher para decorar a festinha do seu filhote, lembre-se que os mais tradicionais e que costumam enfeitar a maior parte das festas são cupcakes, cakepos, docinhos de massa, biscoitos decorados, pirulitos e ainda, a última moda americana, que também já está chegando por aqui, os push pops.

Abaixo, alguns exemplos desses que selecionei para vocês:

 
Cupcakes: um dos doces decorados que mais tem sido usado em festas infantis. Fonte: Pinterest
Cakepops também são uma alternativa interessante para embelezar a mesa de doces. Fonte: Pinterest
 
Biscoitos são menos utilizados, mas ficam lindos. Fonte: Confessions of a Cookbook Queen
Os push pops ainda não são comuns por aqui, mas é uma questão de tempo. :-) Fonte: Orlando Magazine

Quanto ao bolo, há inúmeras possibilidades de decoração. A que costuma agradar mais em termos visuais são os bolos de pasta americana. Mas há de se ter muito cuidado com estes, pois como eles precisam ser mais firmesinhos, muitas vezes a massa deles também acaba sendo mais seca, para dar estabilidade e permitir a aplicação da pasta. Por isso, tome muito cuidado na hora de definir o fornecedor desse tipo de doce, justamente para evitar receber um bolo lindo, mas seco e sem gosto. Dê preferência por fornecedores cujo bolo você já tenha provado em outras festinhas ou que permitam que você faça uma degustação de seus produtos, o que não é muito comum.

Com pasta americana dá para fazer bolos incríveis, mas tem que escolher muito bem o fornecedor para não acabar recebendo um bolo lindo, mas seco. Imagem: Jessica Cakes
 
Para quem quer fugir dos bolos de pasta americana, uma alternativa são os super atuais naked cakes, que não possuem cobertura em volta. Só tem que checar se esse tipo de bola irá combinar com a decoração da festa do seu filhote.
Naked cake. Um charme. Imagem: Pinterest
 
Ainda, há a possibilidade de se optar por um bolo simples e você mesma fazer a decoração dele. Abaixo, selecionei algumas ideias que ficam uma graça.
 
Imagem: Oh Joy

Espero que tenham gostado das dicas. Se tiverem dúvidas, e só deixar nos comentários abaixo. Beijos!

Kika Duarte é organizadora profissional de eventos há 12 anos. Entrou nesse mercado, que ela prefere chamar de universo encantado, por conta da sua paixão por balões, bolos, doces e, principalmente, sonhos realizados e sorrisos de satisfação.
Kika também é dona da Auguri Festas e da And Many More e, mais importante de tudo, é mãe da Marcella, uma menininha linda, doce e para lá de esperta de dois aninhos de idade