Horário e cardápio de festa infantil

Festas infantis – dicas para definir o horário e o cardápio


14 de junho de 2013

Duas coisas que costumam deixar as mamães cheias de dúvidas na hora de planejar uma festinha infantil são o horário e o cardápio. Sim, porque em se tratando de festa infantil, o horário não é o mesmo de uma festa de adulto (na maioria das vezes) e também o cardápio tende a mudar um pouco, já que teremos diversas crianças participando do evento.

Bom, tendo isso em mente, trago hoje algumas dicas para vocês não errarem a mão na hora de decidir o horário e escolher o cardápio. Com alguns macetezinhos bem simples dá para garantir uma festa gostosa e agradável para todo mundo. Espero que gostem das dicas!

Horário

Antes de mais nada, uma coisa que você precisa saber é que não existe um melhor horário universal para esse tipo de evento, mas sim o melhor horário para o aniversariante. Sim, é isso mesmo, quem define o horário da festinha é a pessoa mais importante dela: o dono da festa. Mas ele não é muito pequeno para decidir isso? Claro que é, por isso que quem irá decidir são o seu soninho e os seus horários de refeição.O que eu quero dizer com isso? Que antes de se tomar a decisão de que horas a festa irá começar e terminar é importante ter em mente os horários de soneca do aniversariante (em primeiro lugar) e os de refeição (em segundo). Tudo para evitar que na hora dos parabéns o pequeno esteja caindo de sono, não aproveite nada e, pior ainda, resolva dar um show tamanho o seu cansaço e irritação (ou alguém conhece algum bebê/criança que não fica irritado quando cansado?).

E outra coisa que também tem que ser considerada nesse planejamento é o tempo de duração da festa, que costuma ser de 4h. (Dica importante: quase todos os fornecedores de festa infantil trabalham com o prazo padrão de 4h, mas é sempre bom checar antes de fechar qualquer serviço). Por exemplo, sabendo que o eu bebê costuma ficar super cansado por volta de 19/20h, e que uma festinha costuma durar em torno de 4h, não se indica iniciá-la depois das 15h. Se você iniciar nesse horário, 15h, por volta de 18h30min deverá ser cantando os parabéns e após 19h os convidados já estarão, provavelmente, indo embora, o que significa que seu bebê terá a horinha do sono dele garantida (e nada de show na hora dos parabéns. Show no mau sentido, é claro!).

Ainda, é importante tomar bastante cuidado com a questão horário x sono x refeições porque, nesse tipo de festa, em função de todas as novidades, atividades e solicitações, os pequenos já ficam agitados por natureza, e se a falta de sono ou a fome piorarem isso, corremos o risco de ter que gerenciar uma pequena crise, o que não é nada legal.

Cardápio

Uma coisa que eu sempre adoro comentar sobre o cardápio é que ele não precisa ser 100% na base da fritura e muito menos 100% na base da frescura. O ideal é garantir comidinhas gostosas, saborosas, saudáveis (pelo menos uma parte delas ) e simples. Minha dica, nesse sentido, é tomar todo o cuidado se você estiver pensando em inovar muito no cardápio. Isso porque, mesmo sendo a grande parte dos convidados adultos, e já estarem acostumados a comidinhas diferenciadas, eles vão para qualquer festa infantil sonhando com os tradicionais cachorro quente e coxinha, e se chegarem lá e só encontrarem canapés super diferentosos, é certeza que vai ter gente saindo decepcionada. Assim, a sugestão que deixo é: garanta o simples que você também estará garantido a satisfação dos convidados.E o mesmo vale para os doces. Quer servir algo bem diferente? Tudo bem! Mas não esqueça de providenciar também uma boa quantidade de brigadeiros, que são o must have em qualquer festinha infantil, pois agradam adultos e crianças.

 

Cupcakes utilizados na decoração da mesa de doces.
Foto: Auguri Festas
Uma dica para inovar nos doces é servir cupcakes. Eles andam super na moda, são ótimos como opção de decoração para a mesa de doces e, se forem de bons fornecedores, são ainda irresistíveis, deliciosos mesmo.  Só não vá exagerar nos cupcakes e cortar demais a quantidade dos doces tradicionais (brigadeiro, beijinho, bicho de pé, entre outros). Tenha sempre em mente que o simples agrada muito mais, mesmo que aos olhos o que agrade mesmo sejam os doces diferenciados e super estilosos.E se você quiser aproveitar a onda dos doces que decoram, dá para incluir ainda cakepops, que também são uma graça, ou então doces que tem a ver com o tema da festa. Por exemplo, se você estiver fazendo uma festinha com o tema circo, por que não servir pipoca e maçã do amor? Ou se você estiver fazendo uma festinha com o tema fazendinha, por que não doces caseiros, como cocada, goiabada, entre outros? Esse tipo de criatividade, desde que os doces oferecidos sejam gostosos, também está valendo.

Outra dica super importante: evite o elemento surpresa. Não faça o convidado achar que irá comer uma coisa e na hora de colocar na boca descobrir que é outra. Um bom expemplo é colocar um doce na mesa que todos tem certeza que é um brigadeiro e quando for ver, tem algo dentro. Se for fazer isso, o indicado é que o doce seja identificado com uma plaquinha, mas isso só para o caso de você querer muito servir esse doce, pois o ideal é mesmo deixar esse tipo de surpresa fora do cardápio.

E para os bebês e crianças? Alguma dica especial?

Quando os bebês são bem bebês mesmo, eles não comem o que é servido nas festinhas, mas o leite ou as papinhas que a mãe leva de casa. Por isso, com esse público, nesse sentido, você não precisa se preocupar muito. Já as crianças maiores sairão super satisfeitas se você servir o tradicional – cachorro quente e brigadeiro – e os pais sairão agradecidos se você pensar em alguma alternativa mais saudável, que pode ser um sanduíche com pão integral, queijo branco e peito de peru, uma saladinha de frutas, ou algo do gênero.
Na festa tema melancia foi servido suquinho natural da fruta.
Foto: Auguri Festas
Já no quesito bebidas para os menores uma coisa que super agrada é servir suquinho ou leite com achocolatado em mini garrafinhas, enfeitadas com canudinhos estilosos. Além de enfeitar a mesa de doces, essas bebidas fazem a alegria da criançada. Só tem que se tomar cuidado com duas questões: se optar por servir esse tipo de bebida nesse tipo de garrafinha não deixe muito tempo em local quente, para não estragar, e não deixe as crianças bricarem com as garrafinhas, caso elas sejam de vidro, pois isso pode ser perigoso.Bom, espero que essas “diquinhas” tenham sido úteis e que ajudem a transformar a sua festinha no maior sucesso. No caso de dúvidas, deixe seu comentário abaixo que terei prazer em ajudar.

Abraços e boa festa!

Kika

Kika Duarte é organizadora profissional de eventos há 12 anos. Entrou nesse mercado, que ela prefere chamar de universo encantado, por conta da sua paixão por balões, bolos, doces e, principalmente, sonhos realizados e sorrisos de satisfação.
Kika também é dona da Auguri Festas e da And Many More e, mais importante de tudo, é mãe da Marcella, uma menininha linda, doce e para lá de esperta de dois aninhos de idade