Sons que ajudam o bebê a dormir

O poder do Shhhhhhhhh


31 de julho de 2013

O post de hoje vai ser curtinho, rapidinho e bem direto porque o dia foi uma correria e só consegui parar para escrever agora, com o Léo já no bercinho e pronto para curtir uma deliciosa noite de sono (assim espero! Kkkk!).

E foi justamente enquanto eu colocava o Léo no berço, há uns cinco minutos atrás, que me veio a inspiração para o assunto de hoje. Acompanhe comigo…

Há um tempo atrás, assisti a uma matéria do Fantástico falando sobre a técnica de acalmar bebês em crise de choro de um tal de Dr. Harvey Karp. Nela, ele dava dicas de cinco passos simplesinhos e infalíveis para transformar bebês chorões em encantadores anjinhos (até já falei sobre esse vídeo aqui). Quando assisti ao vídeo, percebi que lá estava uma das coisas que, por intuição ou inspiração divina, sei lá, eu já vinha empregando aqui em casa há um bom tempo e percebendo que dava suuuuuuuper certo certo. Estou falando da técnica do Shhhhhh, que consiste em fazer o som de shhhhhhhhhhhh bem próximo do ouvidinho do bebê até ele se render e relaxar.

Não sei se em todos os lares do universo isso funciona, mas aqui em casa dava certo e de uns tempos para cá tem dado muuuuuiiiiiiitto certo.

Toda vez que o Léo está quase pegando no sono, mas dá aquela brigadinha não querendo se entregar, eu faço um som de shhhhhhhhhhhhhh sh sh sh sh (kkkkk! Não sei se deu para entender, creio que não. Risos) e ele fica quietinho, calmo, relaxa e pega no sono (funciona melhor à noite que de dia, mas já é alguma coisa).

Tenho empregado a técnica até na madrugada, via babá eletrônica e, pasmem, está dando certo também! Quando vejo que ele começa a resmungar, eu aperto na teclinha do monitor da babá eletrônica que faz o som que eu emito aqui sair lá no quartinho dele e solto o meu característico shhhhhhh sh sh sh sh. Em segundos o Léo fica quietinho e pega no sono novamente (milaaaaaaaaaaagre!!!!!)
.
Esse tal de shhhhhhh vai funcionar em todas as casas e com todos os bebês? Claro que não, até porque, até hoje, nunca vi uma única coisa funcionar 100% do tempo para todo mundo, mas não custa tentar, né. Eu, pelo menos, toda vez que bate o desespero, recorro a tudo, e garanto que fazer shhhhhhhhhhh depois de emitir tantos outros sons bizarros na esperança de fazer o rebento dormir não é nada.

Então, já sabem: o bebê está dando piti, não quer descansar, apelem para o shhhhhhh. Aqui em casa, eu começo com esse shhhhhh bem forte, meio que abafando qualquer outro som ou barulho do ambiente, e depois vou acalmando, ficando com a voz mais delicada, até ficar cada vez mais baixinho o barulho e eu parar de fazê-lo completamente.

E para tentar explicar um pouco mais o que é esse tal de shhhhhh, coloco aqui o vídeo da matéria do Fantástico. O meu estilo de shhhhh não é exatamente esse, mas o que importa é dar uma ideia para depois vocês descobrirem qual é o shhhhh que melhor funciona nos seus lares.

Espero que dê certo! Vou ficar na torcida. Depois venham aqui contar como foi a experiência.

Ah, importante! A técnica costuma funcionar melhor com o passar do tempo. Ou seja, se não rolou 100% bem de cara, não desista. Vá fazendo que, com o tempo, ela se torna mais eficaz (e também, se o seu bebê odiar e realmente não funcionar com ele, ele vai mostrar rapidinho).

PS: e eu falando lá no início que seria um post bem curtinho. Ahahahahah! Não adianta, eu não consigo. :-)