Perigos escondidos em casa

Perigos escondidos em casa


15 de outubro de 2015

Nos últimos tempos, li várias notícias sobre tragédias que ocorrem com crianças dentro das suas próprias casas então resolvi fazer esse post de alerta. Aqui, trago uma lista de alguns perigos que se escondem dentro das nossas casas e que a gente nem sempre percebe o quanto colocam a vida dos nossos filhos em risco.

Leiam com atenção e tomem todos os cuidados necessários. É sempre importante ficar alerta! (Atualização: no final do post, você pode conferir a versão em vídeo!)

acidentes com criancas
Photo Credit: imagina (www.giuseppemoscato.com) via Compfight cc

Enforcamento com fios de cortinas: Fios de cortinas e persianas são um perigo para crianças, que podem inocentemente brincar com eles e acabar se enforcando sem querer. Em 2011 aconteceu isso com uma criança de dois anos na Inglaterra e a notícia completa você pode ler aqui.

E trago também um vídeo um tanto angustiante que simula um acidente desse tipo. Vale a pena assistir para ter uma noção do quão perigoso cordas e fios de cortinas e persianas podem ser.

Queda de televisor: nesse ano, há alguns meses, um menino de três anos, do Paraná, morreu depois que um televisor de tela plana caiu sobre ele. Inocentemente a criança quis escalar o televisor que tombou do móvel sobre ele. A mãe tinha ido acompanhar a babá até a porta do apartamento e quando retornou já encontrou o filho inconsciente. Muitas vezes, não nos atentamos para o perigo que esses aparelhos podem esconder. Como eles são finos e pesados, com um pouco de movimento eles já podem tombar. Leia a notícia sobre esse caso aqui.

Ingestão de baterias de Lítio: baterias de Lítio, aquelas pilhas pequenas redondas e chatas usadas em relógios, são um perigo para crianças. Depois de ingeridas, elas podem causar reações químicas na parede gástrica e até causar danos às vias respiratórias e cordas vocais. Um bebê americano de 13 meses que ingeriu uma dessas pilhas ficou dias sem se alimentar e vomitando, mas os médicos acharam que era apenas uma virose. Quando foram fazer um raio X para identificar melhor o problema, já que ele também começou com dificuldades respiratórias, descobriram que ele havia engolido uma dessas baterias. A bateria foi retirada e o menino tratado, mas danos severos já haviam sido causados e ele não sobreviveu. Para ler a notícia na íntegra, clique aqui.

Inalação de canela em pó: um menino americano de 4 anos, curioso, foi mexer no pote de canela da cozinha da sua casa e ao tentar ingeri-la acabou também inalando uma grande quantidade do produto o que causou a sua morte por sofocamento e engasgo. O pó, por ser fino, acabou parando no pulmão da criança e a matando. Para ler a notícia completa, clique aqui.

Além desses casos mais raros e bastante graves, há ainda outros mais comuns e também bastante perigosos, como afogamento em baldes, privadas e banheiras, ingestão de produtos de limpeza, choques, queimaduras e quedas.

Quando se tem crianças em casa, todo cuidado é pouco. O ideal é que crianças menores não sejam deixadas sozinhas em ambientes que apresentem algum tipo de perigo para elas (mas como esse post mostra, uma simples sala pode ser um ambiente perigoso) e estejam sempre sob a supervisão de adultos. Em se tratando de crianças e acidentes aquela máxima que diz “criança cega a gente” é a mais pura verdade. Em um segundo, se não tomarmos cuidado, uma tragédia pode acontecer. Infelizmente.

Confira a versão em vídeo: