Por que ser mãe é indescritível

Por que ser mãe é indescritível


10 de Março de 2014
ser mae e indescritivel
Imagem: Google

Cansei de ouvir que ser mãe é a coisa mais gloriosa e fascinante da face da terra e confesso que, por um bom tempo, eu via muito mais a parte difícil do que essa parte soberba de que todo mundo fala.

Sei lá, acho que vivi muitas dificuldades iniciais, fui tomada pelo choque assim que virei mãe (achei que estivesse preparada, mas não estava), mas, pouco a tempo, é claro que, como todas as outras mães, também fui me tornando o ser mais babão e apaixonado da face da terra e esquecendo boa parte dos perrengues que vivi.

E aí, tomada por uma inspiração divina, depois de ler uma mensagem linda que meu irmão deixou para meus sobrinhos no Facebook (ambos agora formados e indo desbravar o mundo), resolvi falar sobre essa coisa maluca e enorme, que não se explica, que é ser mãe.

O nome do post já diz que ser mãe é indescritível, mas resolvi tentar descrever, do meu jeito, só para deixar registrado para a posteridade (espero que, no futuro, esse negócio de blog ainda exista pois, isso não está em nenhum outro arquivo). Então vamos lá…

20 razões por que ser mãe é indescritível

  1. Porque você vai aprender coisas que jamais imaginou (eu estou aprendendo a jogar bola. Quem em conhece sabe que isso é um milagre!)
  2. Porque vai tentar, sempre, ser melhor do que é (e vai perceber o quanto tem a melhorar)
  3. Porque vai se tornar a pessoa mais medrosa e corajosa do mundo, dependendo da situação (ah se vai!)
  4. Porque vai colocar uma outra pessoa (ou mais de uma, dependendo do número de filhos) sempre em primeiro plano (é instintivo. Simples assim!)
  5. Porque olhar os filhos  dormindo é algo próximo a visualizar o paraíso (ouvi uma amiga dizer que criança é algo lindo, mas que dormindo eles chegam a ser comestíveis! Grande verdade!)
  6. Porque o cheirinho e o calor vicia (ouvi isso da minha sogra e ela estava coberta de razão)
  7. Porque um simples beijo te faz derreter (já recebi beijos maravilhosos, mas nenhum se compara aos do Léo. PS: que o maridão não leia isso).
  8. Porque cada descoberta  é uma emoção sem fim (você ficará feito uma boba contando para todo mundo que seu filho falou “mamá” pela primeira vez)
  9. Porque a dor deles é a sua dor (e elevada à décima potência)
  10. Porque as conquistas deles são a sua realização (eu chorei quando Léo andou)
  11. Porque você vai parar tudo para socorrê-los quando precisarem (e vai quase enfartar de susto)
  12. Porque coisas antes importantes perderão o significado (você vai entender o que realmente importa na vida)
  13. Porque pequenos situações do cotidiano tornarão-se grandes prazeres (dormir, comer um prato de comida quente, tomar um banho demorado, assistir a um filme, receber um abraço apertado, ouvir um simples “mamãe” ou um fenomenal “eu te amo”, e por aí vai…)
  14. Porque você vai entender que um sorriso cura e faz esquecer tudo (as noites sem dormir, as crises de cólica, as birras enlouquecedoras,…)
  15. Porque alguém vai lamber a ponta do seu nariz numa terça feira à tarde e isso vai fazê-la gargalhar (acho que o Léo achou um jeito diferente de me beijar)
  16. Porque você vai rir muito mais (mas chorar também, infelizmente)
  17. Porque você vai esquecer rapidinho a parte difícil. Mas a boa nunca sairá da sua memória (verdade, verdade, verdade, verdade mesmo que agora você esteja jurando de pé juntos que nunca vai esquecer o perrengue que está passando)
  18. Porque você vai mudar a sua vida por eles (ah se vai! E você vai querer fazer isso)
  19. Porque você vai se tornar uma nova pessoa (aprendizados diários e intensos mudam qualquer um)
  20. Porque você simplesmente não vai conseguir mais imaginar a sua vida sem eles (nem por um segundo!)

O que você incluiria nessa lista? Deixe suas sugestões nos comentários abaixo.