Quando as fraldas salvam a nossa vida

Quando as fraldas salvam a nossa vida


8 de dezembro de 2014

Há poucos anos só existia no mercado um modelo básico de fraldas: aquele que fechava nas laterais com duas fitinhas de “velcro”. Só que, de um tempinho para cá, um outro modelo tem conquistado cada vez mais usuários (e fãs, para ser bem sincera). Falo das fraldas “roupinhas”, que vestem como se fosse uma calcinha ou cuequinha e se ajustam perfeitamente ao corpinho do bebê.

Fraldas para criancas que nao param 2

A primeira vez que experimentei uma dessas fraldas foi em uma viagem, por sugestão de uma amiga. Levei a Huggies Up & Go para usar quando estivesse fora de casa, caso me deparasse com lugares sem trocadores ou outra opção mais limpa para deitar o Leo. E não é que deu super certo? Com esse modelinho de fralda, que é “vestido” pela criança, consegui trocar o Leo em qualquer cantinho, pois ele já ficava de pé e aí era só pedir para segurar em algum lugar firme e fazer a troca rapidinho. Prático e tranquilo.

Agora, estou usando essa mesma fralda em outra situação: à noite. Há alguns dias, comecei a dar banho no Leo de chuveiro (ainda dava de banheira porque achava prático) e, como estou com um barrigão de sete meses, está complicado de levantar o pequeno para colocá-lo no trocador. Assim, quando resolvi mudar o banho para o chuveiro, também decidi que secaria e vestiria o Leo de pé. Então, mais uma vez, entrou a Huggies Up & Go na minha vida, só que agora como a fralda noturna, que eu visto, literalmente, no Leo após o banho.

huggies fralda up and go

Por fim, também adotei as fraldas roupinhas nos dias de calor, quando a gente quer deixar a criança bem à vontade, só de fralda, mas, ao mesmo tempo, segura para se divertir como bem entender, sem ficar com a sensação de que a fralda vai sair do lugar a qualquer movimento mesmo com as “manobras” mais radicais que a criança faz.

Ah, antes que eu esqueça, a fralda roupinha também é suuuuper útil com aquelas crianças que simplesmente não param para trocar a fralda (o meu filho, com certeza!). Depois de uma certa idade, conseguir interromper uma brincadeira para trocar a fralda é quase uma missão impossível, então, se der para fazer a troca no meio da atividade, sem que a criança tenha que parar e deitar no chão, fica bem mais fácil.

Para o uso do dia-a-dia também já usei a Huggies Fralda Roupinha, que tem cintura elástica respirável e absorção por até 12 horas. O benefício das duas fraldas roupinhas não é apenas o ajuste perfeito ao corpinho do bebê, que garante conforto e liberdade de movimento, mas também a praticidade na hora da troca. A diferença entre as fraldas está na lateral abre e fecha da Huggies Up & Go, que possibilita o seu uso como uma fralda comum também.

huggies fralda roupinha

Ah, e antes que vocês me perguntem, na hora de trocar a fralda, não é necessário tirá-la por baixo, basta rasgar as laterais com as mãos (no caso da Fralda Roupinha) ou abrir o fecho lateral (no caso da Up & Go). Bem simples e prático. E elas também vêm com uma fitinha adesiva que permite enrolar a fralda e prendê-la antes de jogar no lixo.

Bom, essas foram as minhas experiências com as fraldas roupinhas. Com certeza, nessas situações eu super indico o uso dessas fraldas, pois realmente facilitam a nossa vida e também garantem mais segurança e diversão para os pequenos.

publi-incentivo