Teste da linguinha (língua presa) – o que você precisa saber

Teste da linguinha (língua presa) – o que você precisa saber


3 de Maio de 2015

No final de 2014, mais um teste passou a ser obrigatório nas maternidades públicas e privadas de todo o país. É o teste da linguinha, para avaliar se o bebê tem a língua presa, que virou lei e desde o comecinho deste ano já está em vigor. Eu acho ótimo, pois qualquer problema que nosso bebê tenha e que possa ser resolvido com menores danos é ótimo.

Saiba tudo sobre o novo teste da linguinha
Photo Credit: xtopalopaquetl via Compfight cc

Ele vem se juntar a outros testes que já são obrigatórios, como o Apgar (nota dos sinais vitais após o nascimento, como frequência cardíaca, respiração, tônus muscular, reflexos e cor de pele), o do pezinho (que tira sangue para determinar doenças congênitas e genéticas que precisam de atenção imediata) e o da orelhinha, que avalia a audição.

No caso do da linguinha, é bem rápido e fácil de ser feito. O pessoal da equipe médica (pode ser um fonoaudiólogo também) verifica como é o freio embaixo da língua, aquela membrana que todos nós temos e que “segura” a língua na parte debaixo da boca. Eles fazem isso ainda nos primeiros dias de vida, quando o bebê está mamando, na base da observação mesmo, sem nada de dor. O ideal é que seja feito ainda nas primeiras 72 horas de vida.

Caso o freio não esteja nos padrões de normalidade, causa a chamada língua presa, que pode causar dificuldades na amamentação e na fala. A correção é feita com anestesia local e um pequeno corte na membrana, que cicatriza muito rápido, como qualquer machucado que temos nessa parte das mucosas, já reparou? E corrigindo rápido, seu bebê não vai ter problemas para mamar – e você não ficará se culpando ou se questionando o que está errado. Se o freio atrapalhar a sucção do bebê, atrapalha também a respiração e ele pode ter dificuldade para ganhar peso e se desenvolver bem

Além disso, os problemas da fala, que seriam muito mais difíceis de serem corrigidos no futuro, podem nem chegar a existir! Como alertam muitos especialistas, as dificuldades na fala podem até causar problemas de autoestima no futuro o que já é mais um motivo para festejar que o teste da linguinha seja gratuito e obrigatório.

Então, se você está grávida, já sabe: quando estiver na maternidade, esse é mais um teste que deve ser feito para garantir a boa saúde e o desenvolvimento do seu filho.