10 cuidados para preservar a saúde íntima de mães e filhas | Macetes de Mãe

saúde íntima

10 cuidados para preservar a saúde íntima de mães e filhas


12 de janeiro de 2020

O post de hoje é dedicado às meninas! Aos cuidados da saúde íntima de mães e filhas. Sim, porque as moças também precisam de cuidados redobrados no verão. Isso porque a umidade e as altas temperaturas favorecem a proliferação de micro-organismos que podem causar infecções. Portanto, nosso colunista, o Dr. Claudio Basbaum, listou algumas dicas importantes que precisamos seguir especialmente nessa época do ano. Confira!

10 cuidados para preservar a saúde íntima de mães e filhas

O verão e as férias escolares estão chegando e com isso muitas famílias vão para praia, interior e clube. É comum que, durante a diversão sem hora para acabar, as famílias passem longos períodos com roupas de banho molhadas ou shorts e leggings úmidas pelo suor. Afinal, quem quer parar a brincadeira ou a conversa?! Porém, faço um alerta: descuidar da higiene íntima pode estragar esse momento tão esperado de férias!

Separei algumas dicas que passo em consultório e que tenho o maior prazer em dividir com vocês:

1. Ao comprar lingerie, opte por calcinhas de algodão. Tecidos sintéticos atrapalham a ventilação natural das partes íntimas e o abafamento e umidade podem proliferar fungos e bactérias;

2. Quando comprar uma roupa íntima nova, lave-a sempre antes de usar a primeira vez. Essas peças ficam em estoques ou em araras e são manuseadas por muitas pessoas;

3. Não deixe calcinhas penduradas no banheiro. Esse local tem muita umidade e calor e os microrganismos aproveitam essas condições para proliferar. Estenda as peças em espaço bem ventilado para que sequem por completo;

4. Na hora de lavar a lingerie, opte por sabão líquido e não em pó que pode deixar resíduos químicos no tecido e causar alergias. Evite amaciantes também;

5. Troque a roupa íntima mais de uma vez ao dia caso seja um dia de intenso calor. Peças úmidas e quentes tendem a ser o ambiente ideal para bactérias e fungos;

6. Utilizem sabonete líquido neutro para lavar as partes íntimas. Os xampus de crianças são ótimas opções porque não utilizam substâncias químicas alergênicas. Os sabonetes em barra podem ser acumular bactérias, vírus e fungos, por isso, dê preferência para produtos líquidos para higienizar a genitália;

7. Oriente sua filha a não sentar em vasos sanitários de locais com grande circulação de pessoas, pois pode haver contato com secreções e respingos de urina contaminados;

8. Não fiquem de maiô ou biquínis molhados durante longos períodos. Levem uma peça de roupa para trocar na praia, piscina ou clube, porque a peça úmida em contato com a pele pode causar alergias, irritações e propiciar o crescimento de fungos;

9.  Nunca pegue emprestado calcinhas ou roupas de banho. Há risco de contaminação;

10. Ensine as meninas a se limparem da frente para trás. Assim, resquícios de fezes não entrarão em contato com a genital delas evitando infecções.

Esses cuidados são simples e podem evitar desconfortos, infecções e alergias. Se mesmo assim aparecer algum sintoma como coceira, ardor, secreção ou cheiro forte, consulte o seu ginecologista ou o pediatra da criança o quanto antes.

Finalizo esse artigo com alguns conselhos para mamães de meninas que ainda usam fralda. Durante os dias de calor, troque mais vezes a fralda para evitar a umidade ou o contato das fezes com a pele do genital da bebê. Ao passar o lenço umedecido para fazer a higiene do bebê faça no sentido da frente para trás porque resquícios de cocô podem causar infecção vaginal e até de urina. E lembre-se de lavar bem as dobrinhas da genitália para tirar sobras de pomada antiassadura, urina e fezes.

Desejo um verão e férias com muita diversão e saúde para todas. Até a próxima!

CONHEÇA MEU LIVRO: “GRÁVIDA E PRÁTICA – UM GUIA SEM RODEIOS PARA A MÃE DE PRIMEIRA VIAGEM”:

PARA COMPRAR O LIVRO, CLIQUE:

Amazon: https://amzn.to/2S6NI8P
Livraria da Travessa: http://bit.ly/2PMLj10
Venda online com entrega em todo o Brasil