4 Dicas para estimular seu filho a brincar fora de casa | Macetes de Mãe
brincar fora de casa

4 Dicas para estimular seu filho a brincar fora de casa


20 de outubro de 2018

Por aqui, como moramos em casa e temos quintal, não é difícil fazer com que Leo e Caê brinquem fora de casa. Mas sei que muitas mamães tem dificuldade de fazer seu filho brincar fora de casa. Principalmente, as famílias que moram em apartamento. Como as crianças já tem tudo ali no seu cantinho, acabam preferindo ficar ali do que descer para o play.

Nesse post, Alessandra Palazzin e Graziela Faelli, do Tempo Mágico e nossas colunistas aqui do MdM, compartilham conosco 4 dicas práticas para incentivar a criança a brincar fora de casa. E explicam os benefícios do brincar ao ar livre. Confira!

Dicas para estimular seu filho a brincar fora de casa

Não sei como é na família de vocês, mas já existiram muitos momentos nos quais meu filho preferiu ficar brincando dentro de casa ao invés de descer para o parquinho do prédio. Especialmente durante a semana.

Mas será que faz diferença onde a criança brinca?

Faz sim!

Em qualquer idade, o brincar fora de casa, traz benefícios diferentes para a criança, do que quando ela brinca em ambientes fechados. O contato com a natureza e o acesso a locais abertos favorece o desenvolvimento motor, por possibilitar que ela experimente e treine movimentos (como escalar, pular, correr)  que não costuma fazer dentro de casa; estimula o desenvolvimento cognitivo, por despertar a curiosidade e o raciocínio sobre os eventos da natureza; auxilia no desenvolvimento da destreza manual, pela diversidade de tamanhos de folhas, galhos, pedrinhas que ela pode manusear; estimula a criatividade, entre outros.

Por isso, hoje trouxemos 4 dicas que podem te ajudar a incentivar o seu filho a brincar fora de casa.

1- Procure programar esse “brincar fora de casa” logo depois de alguma atividade externa. Vai ser bem mais fácil do que se ele estiver “no conforto do lar”… (no meu caso, comecei a inserir esse momento em alguns dias da semana logo após a escola. Antes mesmo de subir para o apartamento)

2- Proponha para o seu filho levar alguns brinquedos que gosta (bonecos, carrinhos, etc) para “viverem aventuras” no parque, no jardim ou algum ambiente externo junto com ele. Invente uma história para uma missão secreta. Faça competição de “qual carrinho desce mais rápido no escorregador”- isso pode ajudá-lo a enxergar aquele “escorregador que parece não ter mais graça” de uma forma bem diferente.

3- Tenha uma caixa de brinquedos ou atividades para fazer apenas em ambientes externos. Exemplo: bolhas de sabão, bola, etc. Deixe à vista do seu filho. É mais provável que ele mesmo peça para brincar fora de casa.

Leia também: benefícios das brincadeiras ao ar livre

4- Tente aproveitar, na medida do possível, as “brechas” que nossos filhos nos dão, de alguma atividade que gostariam de fazer. Especialmente se for algo que envolva um ambiente externo, como andar de bicicleta. Por que deixar para depois se der para fazer naquele momento?

No entanto, é fato que muitas vezes estamos cansadas e, na correria do dia-a-dia, nós mesmas nos sentimos desestimuladas a fazer alguma atividade externa. Porém, tudo é uma questão de hábito! E colocar isso na rotina (nem que seja uma vez por semana) já ajuda muito!

Sem contar que esse contato com a natureza faz bem não só para as crianças, mas para nós também. Afinal, reabastece a bateria de todo mundo, né?

Assista também a esse vídeo no Canal MdM, com dicas de brincadeiras para o calor que vem chegando: