7 exercícios que ajudam na hora do parto

7 exercícios que ajudam na hora do parto


26 de abril de 2018

Durante toda a gestação, as mamães ficam preocupadas com o momento do parto. Principalmente quando não se tem definido se será normal ou cesárea. Muitas preferem que seja parto normal, mas a verdade é que nunca sabemos até chegar o momento. Já vi muitos casos de mães que tentaram até o último minuto, mas não conseguiram seguir com o parto normal.

Eu também fiquei bastante ansiosa e aflita pensando em como seriam os meus partos, até mesmo na segunda gestação. A gente pensa que depois do primeiro filho está preparada para tudo e experiente, mas a verdade é que nenhuma gestação é como a outra.

Não há muito o que possamos fazer até chegar o dia do parto, além de ficarmos calmas, evitar a ansiedade e esperar, curtindo o momento, mas existem exercícios que podem ajudar na hora do parto e fazer com que esse momento seja mais tranquilo. Neste post eu listei 7 exercícios que ajudam no parto. Vem conferir!

Photo Credit: mommymundoxyz Flickr via Compfight cc

Antes de começar a falar dos exercícios, acho importante que alguns cuidados sejam tomados:

Use roupas e sapatos confortáveis

A prática dos exercícios deve ser feita com roupas leves, soltinhas e confortáveis, elas não podem limitar os seus movimentos. Escolha a peça de acordo com o clima, para não passar frio ou calor.

Para os sapatos a mesma coisa, como os pés costumam inchar durante a gestação, evite os calçados apertados.

Hidrate-se

Leve uma garrafinha de água com você para se manter hidratada antes, durante e após os exercícios.

Faça alongamentos

Os alongamentos antes dos exercícios vão aquecer e esticar os músculos, evitando distensões e outros problemas na musculatura.

Cuidado com o seu centro de gravidade

Durante a gravidez o centro de gravidade da gestante muda um pouco para a frente, com isso as mulheres tendem a mover as costas para trás. Na hora do exercício isso pode causar dores e até um mau jeito na coluna.

7 exercícios que ajudam no parto

1. Kegel

Ajuda no fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico.

Deite com as costas viradas para o chão e com as pernas dobradas em 90º. Levante o tronco, contraia e puxe para os músculos para cima, pelo maior tempo que conseguir. Depois relaxe os músculos e baixe as pernas. Você pode repetir o exercício por até 10 vezes.

2. Agachamento

O agachamento ajuda a aumentar a saída da pélvis em até 1cm, assim o bebê terá mais espaço na hora de passar. Se o exercício for feito durante toda a gestação, a mãe vai fortalecer os músculos que são trabalhados no parto.

Para fazer o agachamento com segurança, encoste em uma parede com a coluna ereta. Mantenha os pés separados e alinhados com os ombros, deixe-os a uma distância de aproximadamente 14cm da parede. Os braços devem ficar ao lado do corpo, relaxados.

Deslize descendo devagar pela parede, mantendo as costas retas, até as coxas ficarem paralelas ao chão. Fique na posição por 10 segundos, depois retorne para a posição inicial. O exercício pode ser repetido de 5 a 10 vezes.

3. Inclinação pélvica

Esse exercício ajuda no fortalecimento dos músculos do abdômen, no alívio das dores nas costas e no trabalho de parto, além de melhorar a flexibilidade da mãe.

Fique de quatro, sobre as mãos e os joelhos, garanta que está confortável, com a cabeça alinhada com a coluna. Encolha a barriga e levante as costas, fique na posição por alguns segundos, depois relaxe a barriga e as costas, mas deixe-as eretas. Para começar, pratique de três a quatro vezes e vá aumentando até chegar em 10.

4. Tailor

O tailor fortalece e alonga os músculos das costas, das coxas e da pélvis e também melhora a postura. Além disso, o exercício mantém articulações da pélvis flexíveis, melhora o fluxo sanguíneo para a parte inferior do corpo, o que vai facilitar o parto.

Um outro benefício bem bacana é que o corpo, durante a gravidez, fica mais flexível, o tailor aumenta essa flexibilidade “momentânea”.

Para fazer o exercício, você deve sentar no chão, com as costas retas (pode se apoiar em uma parede) e as pernas em posição borboleta. Devagarm, empurre os joelhos para baixo, com os cotovelos. Você sentirá a parte interna da coxa alongar. Fique na posição de 10 a 15 segundos e repita o exercício 10 vezes.

5. Caminhadas

As caminhadas ajudam a aumentar o ritmo das contrações, diminuir a dor do trabalho de parto e o tempo que ele pode demorar.

Faça caminhadas no intervalo das contrações e faça pausas quando elas retornarem.

6. Alongamento pélvico

O alongamento pélvico ajuda a estimular os movimentos da musculatura que são necessários na hora do parto.

Para praticá-lo você vai precisar de um travesseiro, uma bola de pilates ou uma cadeira. Apoie os pés no chão, afaste as pernas, mas mantenha a coluna sempre alinhadas. Movimente a pélvis para frente e para trás por vinte vezes.

7. Relações Sexuais

As relações sexuais ajudam na dilatação do útero. Durante o sexo, o corpo libera uma substância química que ajuda a acalmar o colo do útero, ajudando a acelerar a dilatação.

Veja no vídeo abaixo 7 coisas que você precisa saber sobre o sexo na gravidez: