Como encontrar tempo para meditar | Macetes de Mãe

Como encontrar tempo para meditar


5 de janeiro de 2019

Quando digo que faço meditação, uma das frases que mais ouço é: não tenho tempo para meditar. Mas se você quer, é possível encontrar tempo para meditar. É possível encontrar tempo para fazer tudo o que desejamos se a gente realmente quer. No entanto, sei que falar assim parece fácil, mas não é.

Quem é mãe sabe! Levamos uma vida corrida e com a rotina louca que temos, se deixar somos engolidos pelos afazeres diários. Mas meditação tem o poder de transformar nossas vidas, acredite! E isso impacta também em como nos relacionamos com a nossa agenda e tantos compromissos para cumprir.

O post de hoje é justamente para lhe ajudar a encontrar tempo para meditar e mudar a sua vida. E quem fala sobre o assunto, é a nossa colunista Vivian Wolff, coach de vida e carreira e instrutora de Mindfulness.

Como encontrar tempo para meditar

Bastante se fala do impacto positivo da meditação em nossas vidas, e a palavra Mindfulness é o que vem na cabeça de muitos quando falamos desse assunto. Pesquisadores do mundo todo e experts em Inteligência Emocional defendem a prática como um grande recurso para nosso autogerenciamento, consciência das emoções, redução de estresse, desenvolvimento de empatia e aumento de foco.

Com tantos benefícios comprovados fica tentador experimentar. Mas é possível conciliar o ritmo da maternidade com as práticas regulares? Sim! Não só é possível como necessário!

O bacana do Mindfulness é que é uma técnica laica, que simplesmente te convida a estar presente no aqui agora, notando as sensações do seu corpo, sem julgamento. Ou seja, você não precisa saber recitar nenhum mantra ou estar ligado a nenhuma religião, basta ter alguns minutos para fazer uma pausa e cuidar de você.

Um primeiro passo pode ser introduzir “minutos de meditação” curtos ao longo do dia. Talvez aproveitar para meditar nas horas de soninho do bebê? Você precisará apenas de um relógio e instalar-se uma posição confortável para este exercício: defina alguns minutos. A recomendação é começar devagar, com 5 minutos e ir aumentando gradativamente. Durante esse tempo, sua tarefa é concentrar toda a sua atenção na sua respiração e nada mais. Repare o ar entrando e saindo. Se você perder o contato com a respiração e se perder no pensamento durante esse tempo, simplesmente perceba a distração e, gentilmente, traga a atenção de volta para a respiração. Repita quantas vezes precisar.

Leia também: Mindfulness para praticar com as crianças

Uma outra dica preciosa e tão necessária nos dias de hoje é a prática da Escuta Ativa. Quando ouvimos outra pessoa, muitas vezes estamos “no corpo”, mas não totalmente presentes. Nossa mente está em outro lugar, não estamos nos concentrando em ouvi-lo; nós estamos presos na tagarelice de nossa própria mente. Julgamos o que a pessoa está dizendo, concordando ou discordando mentalmente, e rapidamente já pensamos sobre o que queremos dizer em seguida.

Portanto, da próxima vez que você estiver com seu filho, parceiro ou ente querido, tente usar seu tempo de escuta como um exercício de Atenção Plena. Largue o celular, olhe nos olhos. Não ouça apenas as palavras deles; mas realmente escute o que eles estão dizendo.

Concentre toda a sua atenção na outra pessoa. Você ficará surpreso com o poder de ouvir; é um ato de entrega e generosidade. As pessoas apreciam profundamente quando você realmente as ouve. Você também descobrirá que eles vão ouvi-lo mais atentamente quando você fala.

Leia também: o poder do autoconhecimento

Enfim, exercer a maternidade com recursos como o Mindfulness em mente não é fácil; viver com o pé no acelerador é a forma que muitas vezes escolhemos para dar conta de tudo. Muitas vezes fazemos mais do que o necessário, dormimos menos do que realmente poderíamos e nos esforçamos até a exaustão. Quando temos a clareza do que é importante para nós e de que podemos servir como exemplo para nossos filhos, puxar de leve o freio de mão e desacelerar se torna natural e realizável. Como pais e mães, também está em nossas mãos interromper o ciclo do non-stop e introduzir um ciclo de pausa. Portanto, para um mundo futuro com adultos conscientes e compassivos, iniciar esse movimento com você mesma pode ser um grande ato de amor.

Você já conhece o Canal Macetes de Mãe no Youtube? Ou já segue o Macetes de Mãe no Instagram? Não perca as nossas dicas nessas redes sociais também.