Como ensinar autocontrole para as crianças | Macetes de Mãe
Como ensinar autocontrole

Como ensinar autocontrole para as crianças


15 de junho de 2019

Fala-se muito hoje em dia sobre autocontrole. Controlar nossos comportamentos é uma habilidade que requer treino. Se ter autocontrole é difícil para muitos adultos, quem dirá para as crianças. Então, como ensinar autocontrole para as crianças? Esses “seres humaninhos” que quando querem alguma coisa, precisa ser na mesma hora. Se a criança fica brava, às vezes grita com os outros. É assim que acontece, não é?

Quem fala desse assunto e nos ajuda a ensinar essa habilidade, é a nossa colunista e psicoterapeuta, Monica Pessanha. Confira.

Como ensinar autocontrole para as crianças

Ao aprender o autocontrole, as crianças podem tomar decisões apropriadas e reagir a situações estressantes de maneiras que podem gerar resultados positivos.

Por exemplo, se você disser que não servirá sorvete até depois do jantar, seu filho pode chorar, implorar ou até mesmo gritar na esperança de ceder. Mas com o autocontrole, a criança pode entender que ao determinar o horário para o sorvete é para o bem e que é mais sensato esperar pacientemente.

Aqui estão algumas sugestões sobre como ensinar autocontrole para as crianças:

Até 2 anos

Bebês e crianças ficam frustrados com a grande lacuna entre as coisas que eles querem fazer e o que podem fazer. Eles costumam responder com acessos de mau humor. Tente evitar explosões distraindo seu filho com brinquedos ou outras atividades.

Para as crianças atingirem a marca de 2 anos de idade, tente um breve intervalo em uma área designada – como uma cadeira de cozinha ou escada inferior. Para mostrar as consequências de explosões e ensinar que é melhor ficar um pouco sozinho em vez de fazer birra.

3 a 5 anos

Você pode continuar usando os tempos limite. Mas em vez de definir um limite de tempo específico, defina o tempo limite quando seu filho se acalmar. Isso ajuda as crianças a melhorar seu senso de autocontrole. E é igualmente importante elogiar seu filho por não perder o controle em situações frustrantes ou difíceis, dizendo coisas como: “Eu gostei de como você ficou calmo” ou “Bom trabalho mantendo a calma”.

6 a 9 anos

Quando as crianças entram na escola, elas são mais capazes de entender a ideia de consequências. E também de escolherem o comportamento bom ou ruim. Pode ajudar seu filho a imaginar um sinal de parada que deve ser obedecido e pensar em uma situação antes de responder. Incentive seu filho a se afastar de uma situação frustrante por alguns minutos para se refrescar em vez de ter uma explosão. Por fim, elogie as crianças quando elas se afastarem e se refrescarem – elas estarão mais propensas a usar essas habilidades no futuro.

10 a 12 anos

As crianças mais velhas geralmente entendem melhor seus sentimentos. Incentive-os a pensar sobre o que os está causando a perder o controle e depois analisá-lo. Explique que às vezes as situações que são perturbadoras no começo não acabam sendo tão terríveis. Peça às crianças que pensem antes de responder a uma situação. Ajude-os a entender que não é a situação que os incomoda – é o que eles pensam sobre a situação que os deixa irritados. Elogie-os ao usar suas habilidades.

CONHEÇA MEU LIVRO: “GRÁVIDA E PRÁTICA – UM GUIA SEM RODEIOS PARA A MÃE DE PRIMEIRA VIAGEM”:

PARA COMPRAR O LIVRO, CLIQUE:

Amazon: https://amzn.to/2S6NI8P
Livraria da Travessa: http://bit.ly/2PMLj10
Venda online com entrega em todo o Brasil