Como evitar assaduras

Como evitar assaduras


15 de junho de 2015

 Cae tem mais de quatro meses e, até hoje, nunca teve nenhuma assadura. Não que isso seja um grande mérito, pois é claro que cabe a mim tomar todos os cuidados para ele não ficar assado, mas também sabemos que, muitas vezes, é um deslize aqui e outro ali para esse problema aparecer.

E sabendo que assaduras não são tão raras assim (e que incomodam para caramba os nossos pequenos) resolvi fazer o post de hoje, com dicas para evita-las.

assaduras
Photo Credit: Amy L. Riddle via Compfight cc

Bom, antes de mais nada, vou explicar para vocês o que é exatamente a assadura e como é que ela aparece.

A assadura nada mais é que uma inflamação da pele que a deixa inchada e avermelhada. A pele “saudável”, em contato prolongado com as fezes e a urina, ou seja, um ambiente úmido, cria um meio de cultura para fungos e bactérias que são os verdadeiros causadores da assadura. Ainda, soma-se a isso a fricção que acontece com a fralda no local, e a pele fica mais sensível e a assadura ainda mais dolorida.

Mas o que é que a gente pode fazer para evitar essas temidas no bumbum dos nossos pequenos?

As medidas são simples e consistem em:

  • Realizar trocas de fralda frequentes, para evitar que ambiente fique úmido e a pele do bebê em contato com a urina e o cocô. Eu indico realizar a troca de fraldas a cada mamada.
  • Realizar a troca de fraldas sempre que o bebê fizer cocô. Se você acabou de trocar a fralda do seu pequeno, mas ele fez cocô, tem que trocá-lo de novo, imediatamente. Sem essa de “vou esperar mais um pouquinho”.
  • Sempre que o bebê fizer um cocô mais “avantajado” deve-se lavar a área com água corrente, morninha, e com sabonete próprio para a pele dele.
  • Usar algodão com água ou um lenço umedecido delicado e próprio para a pele sensível do bebê para fazer a limpeza do local a cada troca.
  • Se o bebê já estiver assadinho, para evitar que o problema se torne mais grave (assaduras podem levar a bolhas e fissuras), limpe somente com água corrente (sem passar algodão ou lencinho no local), seque com secador de cabelo na temperatura fria. Também troque as fraldas mais frequentemente e, se possível, deixe o bebê sem fralda por alguns períodos.
  • Aplicar, no local, a cada troca de fraldas, creme preventivo de assaduras. Os cremes criam uma barreira entre a pele do bebê e o xixi/cocô e, assim, ajudam a evitar o surgimento de assaduras.

Aqui em casa tenho usado no Cae o creme para prevenção de assaduras Baby Dove e estou gostando bastante dos resultados. Como eu disse, o Cae nunca teve assaduras e a sua pele está sempre “branquinha” e limpinha, sem nenhum vestígio daquelas marcas vermelhas que a gente tanto teme. Isso acontece porque o creme de prevenção de assaduras Baby Dove tem um mecanismo de ação que age de três maneiras. Primeiro, ele cria uma barreira protetora contra ação da urina e fezes (que é a ação mais comum, que todos os cremes tem), depois, ele “ergue uma barreira lubrificante contra o atrito (lembram que eu citei o atrito lá em cima e como ele pode piorar a situação?) e, por fim, ele faz a neutralização imediata do pH da urina, o que faz toda a diferença para evitar o surgimento de assaduras (a neutralização do pH ocorre em segundos e contribui para a não exposição do pH alcalino que acontece através de reação entre alguns componentes das fezes e urina).

Outras duas coisas que adorei no creme, além da sua eficácia, é o seu cheirinho e a facilidade para passá-lo e removê-lo. Quando estamos trocando a fralda, precisamos de praticidade, então, um creme difícil de espalhar não é legal. Ainda, quando estamos fazendo a limpeza e precisamos remover o creme, também precisamos que ele saia fácil para evitar que tenhamos que ficar “esfregando” e, assim, irritando a pele do bebê (lembrem da fricção que já falamos).

É sempre muito importante evitar assaduras nos pequenos. Primeiro, porque elas são incômodas, parecem que “queimam”, e interferem até no sono e na alimentação e, depois, porque se a assadura não for tratada ela pode virar um problema mais sério, como uma micose (ex: candidíase) ou uma infeção bacteriana.

Aqui em casa, estamos tomando todos os cuidados e usando os produtos adequados para evitar assaduras e até agora, bumbum limpinho é o que temos! J

publi-incentivo