Desenvolvimento infantil: Como ensinar sobre perseverança durante o processo de desenvolvimento motor das crianças | Macetes de Mãe
Desenvolvimento infantil

Desenvolvimento infantil: Como ensinar sobre perseverança durante o processo de desenvolvimento motor das crianças


21 de agosto de 2017

No post de hoje, as fisioterapeutas Ale Palazzin e Graziela Faelli, autoras do blog Tempo Mágico, falam novamente sobre o tema desenvolvimento infantil. Como ensinar perserverança para os nossos filhos na fase em que eles estão aprendendo a fazer algo novo (e ainda não tem condições de fazer perfeitamente e, muitas vezes, acabam desistindo no meio do caminho).

Confira! Texto simples, direto e rico em informação.

Photo Credit: Gwenaël Piaser Flickr via Compfight cc

Desenvolvimento infantil: Como ensinar sobre perseverança durante o processo de desenvolvimento motor das crianças

Por Ale Palazzin e Graziela Faelli, autoras do blog Tempo Mágico

O mundo está mudando muito rápido, e o que nós, pais, aprendemos quando éramos crianças já não é suficiente para o dia a dia de hoje, e será menos ainda quando nossos filhos forem adultos. Como sabemos, o que as crianças vivenciam nos primeiros anos de vida e a nossa participação nessa fase têm grande influencia no adulto que ela se tornará.

Uma das habilidades que tem sido vista como fundamental para enfrentar o resto do século 21 é a perseverança. Ela é definida como uma qualidade de se ter constância nas ações, não desistir nos obstáculos, mantendo o esforço e interesse, apesar das adversidades e fracassos para se atingir um objetivo. É necessária para descobrir novas ideias, criar estratégias diferentes, passar por dificuldades que aparecem no caminho, permite assumir riscos, aprender com as falhas e erros, e seguir em frente com novas e melhores informações. Desenvolvendo essa característica eles percebem que, com esforço e dedicação, podem  aprender novas capacidades que os ajuda a lidar com as situações e ter sucesso.

Nós podemos auxiliar os bebês e crianças a exercitar esta habilidade durante o seu desenvolvimento. Uma das primeiras coisas que podemos fazer é falar para eles, desde pequenos, sobre o que é ser perseverante. Usando frases simples e curtas, aos poucos, eles vão se familiarizando com essas palavras. Algumas formas de dizer: “perseverar significa que não desistimos quando fica difícil” ou “quando não acontece como queremos tentamos de novo”.  Crianças também adoram ouvir historias, então, você pode contar quando aprendeu algo novo (andar de bicicleta, cozinhar um prato diferente), como foi a experiência, se teve medo de não dar certo, se não conseguiu logo de primeira e como perseverou até chegar onde queria.

Mas mais do que falar, atividades físicas, motoras e jogos também são excelentes ferramentas para ajuda-los a se tornarem perseverantes. Através delas, eles têm um objetivo e têm a oportunidade de tentar, errar e acertar para conseguirem o que querem. Pode ser desde a tentativa de pegar um brinquedo que esta a poucos centímetros de distancia (bebê), jogar bolinhas coloridas em um copinho, descer do sofá, chegar até o papai ou a mamãe sem se segurar em nada ou andar de bicicleta sem rodinha.

Veja aqui outras formas de ajudá-los a desenvolver essa habilidade:

Encorajar a criança a tentar coisas novas: assim eles passam pela experiência de fazer algo pela primeira vez, aumentando as chances de erros e passando pela frustração de o resultado poder não sair como eles imaginavam e terem que se esforçar mas para conseguir;

Ajustar o grau de perseverança necessária: veja o que a criança já é capaz de fazer no momento e aumente um pouco o grau de dificuldade. Observe se está muito fácil, e ela consegue atingir o resultado de primeira (o que não favorece treinar essa habilidade), ou se está muito difícil e se torna muito longe do objetivo e aí é mais fácil de desistir do que persistir

Dê apoio quando eles falharem ou estiverem em dificuldade. Faça isso acalmando-os, dando suporte emocional, ajudando a observar o que não deu certo e ajudando a traçar um novo plano, com novas estratégias e, finalmente, ensine-os a tentar de novo

Encoraje os: não os parabenize somente por terem conseguido, mas, principalmente, pelo esforço, dedicação e perseverança

Claro que a personalidade de cada criança influencia em como eles irão se comportar frente às dificuldades (uns tendem a desistir mais fácil e outros persistem com menos esforço ou frustrações), mas independente disso, os pais podem auxiliá-los a se manterem focados e interessados na tentativa e erro até chegarem àquele objetivo de pegar um brinquedo que está logo ali ou tirar as rodinhas da bicicleta.

Colocá-los para enfrentar desafios vai reforçar que, mesmo com dificuldades, o sucesso pode vir, e isso vai treinando o cérebro a entender que existe a possibilidade real de dar certo. Colocando esta habilidade em prática, seu filho vai estar melhor preparado para lidar com os desafios, superar obstáculos, e ter motivação necessária para aprender, melhorar e ter sucesso em suas empreitadas.

Leia também:

Fases do desenvolvimento do bebê: por que conhecê-las ajuda a entender melhor a criança.