Enurese Noturna: por que algumas crianças fazem xixi na cama após os 5 anos? | Macetes de Mãe
enurese noturna

Enurese Noturna: por que algumas crianças fazem xixi na cama após os 5 anos?


3 de junho de 2018

As entidades International Children’s Continence Society (ICCS) e Sociedade Europeia de Urologia Pediátrica (ESPU) apresentaram recentemente, um estudo inédito sobre Enurese Noturna – nome dado ao hábito inconsciente de fazer xixi na cama durante o sono e que atinge principalmente crianças e adolescentes.

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), fazer xixi na cama após os 5 anos de idade é um sinal de Enurese Noturna. E tem causa biológica. Estima-se que 15% das crianças com mais de 5 anos de idade e 5% das crianças com 10 anos ainda fazem xixi na cama. Existem pelo menos dois principais fatores do organismo em relação ao xixi na cama. Primeiro, uma capacidade de bexiga reduzida e, segundo, o aumento da produção de urina durante a noite. Fazer xixi na cama é uma condição comum, mas após certa idade, pode causar impactos na autoestima da criança, no bem-estar emocional, desenvolver ansiedade e até prejudicar o desempenho escolar e social.

A Enurese pode ser dividida em dois grupos. A noturna primária, quando a criança passou dos cinco anos e durante todo esse período não apresentou controle. Ou seja, faz xixi na cama com frequência. E a noturna secundária, quando a criança já ficou um período longo, algo como 6 meses, sem fazer xixi na cama e de repente volta a fazer. Essa última, pode estar ligada a fatores emocionais. O xixi na cama também foi associado à função cerebral e problemas psicológicos.

A partir dos 2 anos, a criança começa a ter controle dos esfíncteres (músculos que retém ou liberam o xixi e o cocô). Aos 3 anos, ela começa a adquirir a capacidade de controlar efetivamente o xixi e o cocô no período diurno. E durante 6 meses é normal ter escapes. Geralmente, só após um ano do início do desfralde, a criança conquista a habilidade de segurar o xixi noturno. Somente a partir dos 5 anos o xixi na cama passa a ser um motivo de preocupação.

O pediatra pode ajudar a identificar os sintomas de enurese e, como resultado, encaminhar a criança para um urologista pediátrico. Existem tratamentos eficazes para tratar a Enurese como mudança de hábitos, comportamentos e terapias específicas. Estas últimas, que variam desde a administração de um medicamento até tratamento fisioterápico.

Mais informações sobre a Enurese Noturna

Com apoio do Laboratórios Ferring, o site www.semxixinacama.com.br criado exclusivamente para reunir informações sobre a Enurese Noturna. O objetivo é orientar as famílias sobre como lidar com o xixi na cama. Sem traumas, alertando sobre a importância do diagnóstico correto e portanto da busca por tratamento médico adequado.