A festa de 3 anos do Caê (linda festa infantil sem tema)

A festa de 3 anos do Caê (linda festa infantil sem tema)


2 de Abril de 2018

Cá estou eu, com quase dois meses de atraso (shame on me) postando a festa de 3 anos do Caê. Na semana passada, postei detalhes da festa que fiz para ele na escola (suuuuuper simples) e hoje conto um pouco sobre a festa que fizemos para a família e amigos mais íntimos.

Sobre o atraso do post, já expliquei no texto da festa da escola (mudança dos meus pais, cirurgia do Caê, vida corrida insana e por aí vai…), então hoje a intenção é mesmo mostrar o que rolou de legal e bacana na comemoração os 3 anos do Caê (que é o que interessa para valer mesmo).

Bom, a festa do Caê foi para 20 pessoas (adultos), mais ou menos, e o critério de escolha dos convidados foi a proximidade das crianças, filhos desses adultos convidados, com o Caê. Se a gente fosse convidar todo mundo que a gente curte, convive, adora, seria uma festa para 200 pessoas, mas a gente queria algo mais intimista. E assim, saiu a “festa sem tema do Caê”.

Mas como assim, sem tema? Explique isso.

Bom, a verdade é que festa infantil não precisa ter tema. Festa infantil precisa ser divertida, alegre e ter foco na criança. Ter ou não ter tema pouco importa. E era exatamente isso que eu tinha em mente para a festa do Caê.

Para me ajudar a pensar, planejar e executar a festa, chamei (como sempre, há 3 anos) a Silvia Roveri, minha agora já amiga querida e do coração que tem a Silvia Roveri Eventos. A Sil faz as festas dos meninos desde que comemoramos os 3 do Leo. Começou lá nessa festinha e não parou mais.

Pois bem, passei o briefing para a Silvia. Eu disse: quero uma festa simples, intimista (poucas crianças e poucos adultos), que tenha foco total nas crianças e cuja mesa do bolo seja baixinha, para os pequenos mesmo, e não para os adultos. E aí a Silvia veio com uma ideia mais bacana ainda: fazer não só uma “mesa de doces” baixinha, mas fazer  A MESA das crianças baixinha, onde as crianças pudessem sentar em volta, em móveis compatíveis com o seu tamanho, e lá fazer a sua refeição (almoço), cantar o parabéns, cortar e comer o bolo e se divertir muito.

E gente, como sempre, a Silvia arrasou. Surpreendeu e arrasou. O que eu mais curto na Silvia é que eu passo a ideia, ela “lê” e entende na hora e, quando executa, deixa tudo bem, mas bem além das minhas expectativas. Bem mais lindo e bem mais “tudo a ver com a minha imaginação” do que eu poderia supor (PS: para mim, a Silvia organizou a festinha toda, mas ela tem uma opção de serviço mais simples, onde faz o planejamento da decoração da festa, indica os fornecedores e a própria mãe pode tocar tudo sozinha. Uma ótima opção para quem quer fazer uma festinha linda, mas colocando um pouco mais de mão na massa. Converse com a Sílvia e se informe. Ela tem vários formatos de serviços e garanto que todos eles são impecáveis. E-mails de contato: silvia@silviaroverieventos.com.br ).

Só que claro, toda essa magia, beleza, carinho, doçura e beleza da festinha do Caê, pensada, planejada e executada pela Silvia não foi feita sozinha. Eu e ela, juntas, definimos os fornecedores e a Silvia tocou a ideia. E assim, vários fornecedores antigos e muito queridos estavam na festa dos 3 anos do Caê e alguns outros novos também participaram para deixar tudo ainda mais lindo e especial.

Entre os queridos fornecedores que estiveram presente na festinha do Caê estão:

Fotos:

Kazan Estúdio Fotográfico, das doces, queridas, simpáticas e alegres Hellen e Evelyn. Há um bom tempo que também faço com elas e, mais uma vez, elas fizeram eu amar o resultado final. Resultado esse que é contado através das fotos que vocês veem nesse post.

 

Recreação:

A incomparável e imbatível recreação da Mãozinhas que Fazem, de outra grande amiga (começou como parceira e virou amiga), a Lilian. A recreação da Mãozinhas que Fazem é um encanto sempre. Seja com uma recreacionista (como foi a festinha do Caê), seja com 4, 5, 6, como foram outras festas que nós já fizemos para os meninos.

A recreação da Mãozinhas que Fazem é sempre lúdica, alegre, delicada e muito, mas muito divertida. Crianças e adultos entram na brincadeira e não vêem o tempo passar.

E agora voltando um pouco para a decoração, ela foi idealizada pela Silvia Roveri mas contou com o talento, bom gosto e qualidade de vários fornecedores. Todo o material de papelaria da festa (chapeuzinhos das crianças, toppers do bolo,  tags das lembrancinhas e demais enfeites de papel da mesa) foram criados pelo Déia Terni, uma outra amiga minha de anos, que agora se dedica a fazer coisas lindas em papelaria personalizada (vale a pena ver o Instagram dela que ela faz coisas muito, mas muito fofas, não só para festas como também para maternidade e outras ocasiões). Foi da Deia a ideia de fazer o mini Leo e o Mini Caê para compor a decoração e ficou muito fofo.

Ainda, falando da decoração da mesa das crianças, todas as peças e mobiliário são da Pop Mobile, outra parceira antiga das minhas comemorações que tem tudo que a gente precisa quando o assunto são festas, sejam elas infantis ou adultas.

Já os balões são da Balão Cultura. E como sempre, foram um arraso, quase um show à parte na decoração (mérito da Sil, que sabe muito bem como aproveitá-los).

O bolo e doces (maravilhosos!!! Mesmo! De um sabor incrível) são da Cozinha da Tia. Uma doceria que faz coisas lindas e muito, muito, muito saborosas (bolo e doces aprovados até pela parte mais exigente e chata da família: meu marido. Ahahahah!).

 

E as colmeias e descartáveis da mesa (prato, copo, talheres, potinhos, saquinhos, etc…) são da Lala Lud Festas.

Por fim, não posso deixar de citar o Buffet. Eu nunca tinha feito festa com refeição – nesse caso almoço. Todas elas sempre foram com lanchinhos, em horários mais tarde. Mas dessa vez, como a festa seria 13h, a gente tinha que servir uma refeição mais completa, almoço mesmo, e aí pedi de novo a indicação da Sílvia que tem anos de experiência na organização de festas infantis.

E das opções apresentadas, a que eu mais gostei, tanto pela apresentação da proposta quanto pelas opções e alimentos e custo foi a Personal Chef Buffet e Eventos. Gostei muito do que eu vi “na teoria”, nas apresentações e na negociação e depois gostei ainda mais quando vi o buffet “na prática”. O próprio dono, esteve lá, acompanhando toda a equipe e todo o trabalho, e tanto o atendimento quando os alimentos servidos estavam impecáveis.

Eu escolhi uma opção de cardápio mais simples, com menor variedade de alimentos, mas mesmo assim atendeu super bem as necessidades da festa, recebi vários elogios e muitos convidados saíram de lá com o contato do buffet para futuras festas.

Bom, contei um pouco para vocês do que foi a festinha de 3 anos do Caê, também já mostrei um pouco através de fotos, e agora deixo-as com mais imagens, para sentirem o clima de descontração, alegria e pureza dessa festa que foi, na minha opinião, das mais gostosas que já organizei para os meus filhos.