Meu filho não se concentra durante a brincadeira | Macetes de Mãe
meu filho não se concentra

Meu filho não se concentra durante a brincadeira


17 de novembro de 2018

Mamães, os filhos de vocês se concentram durante as atividades? É muito comum ouvir “meu filho não se concentra durante a brincadeira” ou até mesmo na escola.

Sabemos que a concentração das crianças é muito curta. Crianças pequenas então, não conseguem se concentrar por muito tempo em uma única atividade ou brinquedo. Vejo pelos meus exemplos aqui em casa. Leo já fica mais tempo concentrado em alguma atividade que se propõe a fazer. Já o Caê… rs

Mas será que existe uma forma de melhorar a concentração e atenção da criança? Nesse post, você vai ver que sim. Alessandra Palazzin e Graziela Faelli, do Tempo Mágico e nossas colunistas aqui do MdM, explicam que concentração é uma habilidade. E como toda habilidade, precisa ser desenvolvida. Abaixo, você confere 5 dicas para ajudar a criança a desenvolver a concentração.

Meu filho não se concentra durante a brincadeira

Imagine a cena: uma mãe separou 30 minutos para brincar com seu filho mas ele permanece apenas 5 (ou até menos) na mesma brincadeira. Num primeiro momento ela fica frustrada e desmotivada porque sente que não tem criatividade suficiente para permanecer ali os 25 minutos restantes… e depois vem uma certa preocupação: “por que meu filho não se concentra? Será que isso é normal?”, ou ainda, “como fazer para ajudar meu filho a se concentrar durante a brincadeira???”

Esse é um relato frequente de muitas mães que nos procuram no Tempo Mágico, já aconteceu com você também?

A primeira coisa que precisamos esclarecer é que a concentração é uma habilidade que requer aprendizado. Portanto, exige treino.  Isso significa que é normal os bebês ficarem apenas alguns segundos focados em uma mesma atividade e esse tempo ir aumentando gradativamente conforme eles crescem e têm a possibilidade de treinar essa habilidade.

Leia também: quanto tempo é necessário para brincar com meu filho?

Na verdade, diríamos que hoje em dia não são apenas as crianças que precisam desse tipo de treino. Você consegue fazer uma única atividade de cada vez, do início ao fim sem desviar atenção? Será que conseguirá chegar ao final desse texto sem checar alguma mensagem no whatsapp?)
Mas além de ser algo que a criança irá desenvolver com o tempo, existem algumas coisas que nós, como pais, fazemos que podem auxiliar no desenvolvimento dessa habilidade (ou, ao contrário, dificultam que nossos filhos a desenvolvam).

Dicas para ajudar a criança desenvolver a habilidade da concentração

1- Dê o tempo necessário para o seu filho explorar

As crianças têm uma curiosidade natural e quando estão em processo de descoberta (algo que para elas é extremamente motivador), elas se mantêm concentradas sem muito esforço. A questão é que muitas vezes nós, pais, na ansiedade de demonstrar algo ou até na dificuldade de esperar todo esse tempo, acabamos interrompendo esse processo. E apresentamos rapidamente um novo estímulo.
Ou seja, muitas vezes somos nós que “quebramos” essa capacidade natural de concentração e contribuímos para que a criança vá procurar outras atividades (mais ou menos o que as redes sociais fazem com a gente também). Portanto, quando estiver com seu filho permita que ele tenha o tempo necessário de descoberta, sem interferir enquanto ele estiver concentrado.

2- Ajude-o a continuar explorando

A partir do momento que a criança deixa de demonstrar interesse por determinado objeto ou por uma brincadeira, não é necessário buscar algo completamente novo. Ajude-a a redescobrir aquele objeto (uma função, uma característica diferente – “o que acontece quando a gente vira de ponta cabeça?”). Isso vai ajudar com que ela volte a focar a atenção nem que seja por mais alguns minutos. Lembre-se sempre de que o desenvolvimento da concentração é um processo gradual.

3- Preste atenção ao ambiente que a criança está inserida

Você apresenta para o seu filho um brinquedo de cada vez? Ou ele está sempre rodeado de diversas informações (outros brinquedos, música de fundo ou tv ligada, etc)? Especialmente para alguém que está desenvolvendo a capacidade de concentração o ambiente que a cerca pode influenciar muito nesse processo.

4- Busque o que seu filho já demonstra interesse

Para qualquer um funciona assim, fica mais fácil nos concentrarmos se for algo do nosso interesse, não é mesmo? Isso vale para algum tipo de atividade. Ou, no caso das crianças, os personagens contribuem muito para isso: pintar um desenho do herói favorito é muito mais motivador do que um desenho aleatório.

5-  Promova brincadeiras, atividades que exercitem a concentração

Você não precisa se preocupar o tempo todo com “que tipo de brincadeira estimula o que” mas ter consciência disso já ajuda bastante no desenvolvimento do seu filho. Brinquedos e objetos que permitem ser “desvendados” ou que exigem um certo raciocínio (como quebra-cabeça, brinquedos de encaixe, etc) normalmente estimulam mais a concentração do que os brinquedos mais “óbvios” nos quais basta apertar um botão e a resposta é sempre a mesma.

A capacidade de nos concentrarmos, de estarmos presentes, hoje em dia é uma dificuldade não apenas para as crianças. Mas, muitas vezes, para nós adultos também. Sobretudo, pela forma como o mundo hoje funciona.

Acima de tudo o nosso exemplo, a nossa capacidade de “desacelerar” pode ajudar e muito nossos filhos a desenvolverem essa habilidade também.
Se você gostou desse post, assista também no Canal MdM, esse vídeo com 5 brincadeiras diferentes para você fazer usando blocos de montar:
https://www.youtube.com/watch?v=OdqK60Gc1CM&t=7s
Você já conhece o Canal Macetes de Mãe no Youtube? Ou já segue o Macetes de Mãe no Instagram? Não perca as nossas dicas nessas redes sociais também.