Essa pergunta pode salvar o seu casamento
Essa pergunta pode salvar o seu casamento

Essa pergunta pode salvar o seu casamento


3 de Maio de 2018

O post de hoje é uma tradução e adaptação de um texto bem interessante que vi no blog Scary Mommy  Nele, o escritor Clint Edwards, autor dos livros sobre paternidade Eu sinto muito … Amor, seu marido” e “Nenhuma ideia do que estou fazendo: Um Blog do papai”, conta sobre um texto que leu em outro blog. 

O texto fala sobre o que as pessoas podem fazer para salvar suas relações. Muitas vezes, depois de anos de casados, com filhos ou bebês a caminho, fica difícil notarmos quão rudes ou desinteressados estamos sendo com nossos parceiros, mas uma simples pergunta pode mudar tudo isso. Vale a leitura e a reflexão. Vamos lá?

Essa pergunta pode salvar o seu casamento

Eu tinha 8 ou 9 anos na primeira vez em que assisti The Princess Bride. Para aqueles que não viram, me desculpem, ms parem agora de ler este artigo e assista já, porque é basicamente incrível. Mas para aqueles que já viram, eu pergunto: lembram que o Westley sempre respondia à Buttercup com um “como você desejar?” e, depois de um tempo, ela começou a perceber que toda vez que ele dizia: “como você desejar”, o que ele queria dizer na verdade era “eu te amo”.

Eu sempre presumi que sabia algo sobre amor. E, para mim, era sobre sacrifício. Certo? Bem, de certa forma, sim. Mas depois que se passa 10, 20, 30 anos casado, o que você começa a ouvir é no lugar do “como você desejar” é, na verdade, muitas vezes, um frio e duro silêncio entre duas pessoas ainda juntas, ainda apaixonadas, mas que já não sabem mais como se comunicar ou como fazer sacrifícios um pelo outro.

Esta é exatamente a situação em que Richard Paul Evans e sua esposa Keri se encontraram após décadas de casamento. De acordo com o post viral do blog de Evans, ele e sua esposa se casaram aos 21 anos e começaram sua vida a dois com expectativas muito irreais sobre o amor. Eu acredito que todo casal vai inicia um casamento supondo que será de uma certa forma, para descobrir, depois, que na verdade a convivência é mais sobre uma toalha molhada em cima da cama e mil contas para pagar do que qualquer outra coisa.

Quer dizer, não me entendam mal, eu amo minha esposa. Temos um bom casamento, mas a realidade é que estamos juntos há 14 anos e nosso relacionamento pode ter começado com “como você desejar”, mas se transformou em um “tanto faz”.

Evans diz à NBC que depois de anos de casamento, ele sabia que amava sua esposa e ela o amava, mas eles “não sabiam como fazer isso funcionar”. Então, um dia, enquanto tomava banho, Evans desmoronou e chorou. Ele teve uma ideia: ele não podia mudar sua esposa, mas ele poderia mudar as suas próprias atitudes.

Então, ele decidiu fazer uma simples pergunta à sua esposa a cada manhã: “Como posso melhorar seu dia?”

Agora vamos parar por aí e tirar um minuto para deixar essa pergunta simples se encaixar. Eu não sei sobre você, mas casamento, filhos, família, trabalho, tudo isso pode ser um grande peso a se carregar. E não é como se isso acontecesse cinco dias por semana, com uma boa pausa nos finais de semana. São 24 horas por dia, 7 dias por semana, então ter alguém que está compartilhando sua luta, olhar nos olhos e se oferecer para ajudar a aliviar a carga, é muito poderoso, certo?

Naturalmente, é isso que a esposa de Evans pensou, certo? Bem, não no começo. Parece que ela começou pedindo para ele limpar a cozinha e depois a garagem. Mas, assim como Buttercup pedindo a Westley para cortar lenha e depois buscar um copo, havia muito amor em sua oferta de ajuda e um dia ela também se tocou.

“Eu deveria estar te perguntando isso”, ela disse a ele. Ela pediu desculpas e disse: “Podemos passar algum tempo juntos?”

Agora, os dois fazem essa pergunta simples todas as manhãs e, de acordo com Evans, isso melhorou muito o casamento deles.

Agora eu sei que haverá alguns de vocês revirando os olhos enquanto lêem isto porque a última coisa que querem é fazer algo pelo seu companheiro, principalmente depois de uma briga ou desentendimento – afinal, você já fez o suficiente e agora ele deveria fazer algo para você – mas vale a pena pensar a respeito.

E Richard Evans explica um pouco isso. Segundo ele, quando ele teve essa ideia, percebeu que ele era tanto culpado pelo estado de seu casamento quanto sua esposa. “Eu não sou tão bom quanto eu pensava”, diz Evans. “Eu tenho meus problemas, a “bagagem” que carreguei para esse casamento e, enquanto eu pensava que a culpa era dela, na verdade, eu era o grande responsável por muita coisa”. Ou seja, Richar Evans fala sobre autoconsciência.

Eles também sugeriram que os casais se certifiquem de que o pedido de ajuda é sincero. Isso nunca deve ser usado como uma técnica para se aproveitar do outro ou para se mostrar melhor do que o outro, mas sim um movimento para reparar um casamento em dificuldades. Claro, se você está em um casamento em que fazer uma pergunta como essa pode abrir um novo elemento de manipulação de um parceiro já manipulador, por favor, não faça uso dessa simples pergunta.

Mas se a relação é saudável, embora um pouco estagnada ou haja alguma animosidade, perguntar a alguém como você pode ajudá-lo mostra um pouco de humildade. E, em última análise, o casamento – e o amor em geral – exige muita humildade. Acredito que a esperança é que, se a pessoa que você ama ainda te ama, então ela vai começar a retribuir o favor e perguntar como ela pode melhorar o seu dia, assim como aconteceu com Richard e Kari Evans.

“Não há realmente uma solução rápida para problemas no casamento. Me desculpe, mas simplesmente não existe. Mas essa pergunta é realmente uma boa maneira de melhorar um relacionamento se ambas as partes estiverem interessadas em torná-lo melhor. Então, amanhã de manhã, vou fazer essa pergunta à minha esposa. E espero que ela me faça de volta.”