Como se recuperar após um aborto? | Macetes de Mãe
RECUPERAR APÓS UM ABORTO

Como se recuperar após um aborto?


26 de maio de 2019

Muitas mamães que sofreram um aborto chegam até mim através do blog me pedindo ajuda de como elas podem se recuperar após um aborto. Acho esse um assunto extremamente delicado. Tento dar meu apoio, mas eu mesma não saberia passar por essa situação também. Então, pensando em ajudar essas mulheres, pedi a colaboração de nossos colunistas. Já falamos AQUI sobre como voltar a viver depois de um aborto espontâneo. E hoje voltamos com esse assunto pela perspectiva da Dra. Gisele, colunista aqui do MdM e psicanalista.

Como se recuperar após um aborto?

A notícia de uma gestação, seja desejada ou não, sensibiliza e mobiliza a mulher intensamente. O corpo se transforma desde o início, aumentando as mamas, trazendo alterações hormonais, etc…

Independentemente da história de como se deu a gestação, mães, pais e familiares passam a criar imagens e expectativas sobre o bebê que vai nascer e cada um cria um bebê no seu imaginário que passa a ter feições, a viver experiências fantasiosas, a ter profissões diversas e aquele pequeno ser já vai, aos poucos, vivendo nesta nova família.

O esperado é que as gestações sigam, com ou sem intercorrências, mas, que ao final, o presente venha em forma de um lindo e aguardado bebê.

Mas quando isso não acontece? Quando a natureza ou as circunstâncias, por questões variadas, tomam um curso diferente e, a tão esperada criança não vem e a gestação é interrompida?

Polêmicas à parte, para a mamãe daquele bebê, ali termina uma vida, frustram-se as expectativas e os desejos são feridos. Além das marcas físicas dos procedimentos médicos e das medicações ministradas, fica a ferida emocional. É o início do luto que ocupa o espaço e a mulher passa a sofrer intensamente pela morte do bebê. O processo de dor, negação e tristeza da morte é igual a qualquer outro. Por mais que ainda não se tenha vivido com a criança real, havia muitos sonhos e expectativas atrelados e aquela criança já estava viva no imaginário de todos.

O que é possível fazer para elaborar o luto pela perda de um bebê e se recuperar de um aborto?

  1. Primeiramente, manter os cuidados médicos recomendados são fundamentais;
  2. Descansar o corpo, o tanto quanto ele pede. Durma, relaxe para que ele possa se recuperar do estresse mecânico sofrido;
  3. Manter-se próximo às pessoas queridas é fundamental, mas é importante saber estabelecer limites, caso precise ficar só ou mesmo mudar de assunto, caso alguma conversa a aborreça;
  4. Religiosidade e espiritualidade podem ajudar a dar forças para que se estabeleçam novos planos e caminhos;
  5. Conversar sobre o assunto, sobre o que se perdeu, sobre os sentimentos ajudam a reorganizar as emoções e os pensamentos. Para isso, tente manter o diálogo com as pessoas em que você confia. Caso prefira, profissionais especializados podem ajudá-la no processo de elaboração do luto e no prosseguimento da vida;
  6. Os psicólogos e psiquiatras também podem ajudá-la a entender os sentimentos de culpa envolvidos nestas situações. Muitas vezes, os pais acreditam que foram os responsáveis por uma morte prematura do bebê;
  7. Quando se elabora um luto, não se esquece do que se passou ou mesmo do ente que partiu. Então seguir em frente não significa deixar para trás alguma coisa e sim levar consigo como tendo tido feito parte de sua vivência e estar aberta a novas experiências.

CONHEÇA MEU LIVRO: “GRÁVIDA E PRÁTICA – UM GUIA SEM RODEIOS PARA A MÃE DE PRIMEIRA VIAGEM”:

PARA COMPRAR O LIVRO, CLIQUE:

Amazon: https://amzn.to/2S6NI8P
Livraria da Travessa: http://bit.ly/2PMLj10
Venda online com entrega em todo o Brasil