Desfralde noturno: aproveite as férias escolares | Macetes de Mãe

desfralde noturno

Desfralde noturno: aproveite as férias escolares


1 de dezembro de 2019

As férias estão chegando e a nossa rotina se transforma totalmente! Que tal aproveitar para fazer o desfralde noturno?

A vida dos pequenos fica bem cheia de atividades, como viagens, convites para dormirem na casa de amiguinhos… Mas algumas crianças enfrentam uma dificuldade: o xixi na cama. Existe um estudo sobre Enurese Noturna – nome dado ao hábito inconsciente de fazer xixi na cama durante o sono e que atinge principalmente crianças e adolescentes. É uma condição muito que atinge cerca de 15% das crianças com mais de 5 anos de idade.

Essa situação causa muito transtorno para os pequenos. Pois eles acabam ficando com vergonha e isso ainda pode causar alguns problemas psicológicos. Para que as férias não se torne um desafio maior ainda e para evitar ansiedade e estresse, compartilho abaixo algumas dicas para ajudar as famílias que passam por esse problema. E quem sabe superar os efeitos negativos do xixi na cama.

 Desfralde noturno: acabe de vez com a Eurese

1. Marque uma consulta médica

Não adianta querer lidar com a Enurese sem consultar um especialista, por isso, o primeiro compromisso das férias é agendar uma visita ao pediatra. Caso você já tenha mencionado o problema com ele, mas não sentiu segurança ou atenção ao caso, procure uma segunda opinião. Para ajudar o especialista, leve anotações prévias da rotina da criança: comportamentos, frequência na ingestão de líquidos, idas ao banheiro durante o dia, posturas de contenção e as situações geradoras de estresse durante o dia.

2. Converse com a criança

A criança precisa ser incluída em todo o processo, a começar pelo entendimento do transtorno. Pode ter certeza de que isso a fará colaborar de maneira muito mais ativa e simples durante o tratamento. Cuidado com abordagens que possam fazê-la sentir-se culpada. A ideia é mostrar que o xixi na cama não é uma doença, mas sim uma fase que vocês enfrentarão juntos.

3. Inaugurar o diário miccional

O registro das noites secas é um documento de apoio ao tratamento da Enurese, o que faz com que você nem precise, necessariamente, esperar a consulta com o médico para começar a usar. Caso prefira montar o seu próprio calendário, não esqueça de convidar a criança para participar. Preencha junto com ela, sempre valorizando as noites secas e tirando o peso das molhadas.

4. Preparar o ambiente

Uma coisa muito importante durante o tratamento da Enurese é a adoção de itens e comportamentos que tornem o xixi na cama o menos desagradável possível. Coisas como capas protetoras de colchão, roupas íntimas impermeáveis e baixa ingestão de líquidos durante a noite, podem ajudar na empreitada. Mas claro, nada melhor para os pequenos do que o afeto e apoio dos pais. Procure deixar a criança sempre tranquila na hora de dormir e, caso exista a necessidade de ingerir remédios prescritos pelo médico, siga os horários com disciplina.

5. Orientar familiares, amigos e cuidadores

O xixi na cama não é motivo para impedir a criança de acampar ou de pernoitar na casa de outras pessoas. Converse com seu filho e, caso ele se sinta confortável para experimentar uma ou mais noites fora de casa, explique como ele pode agir para que a experiência seja agradável. Reforce as orientações para os responsáveis por ela durante essas noites, como parentes próximos, amigos da família ou até mesmo cuidadores.

Fonte: esse post foi produzido a partir das informações recebidas pela assessoria de imprensa do site Sem Xixi na Cama.

CONHEÇA MEU LIVRO: “GRÁVIDA E PRÁTICA – UM GUIA SEM RODEIOS PARA A MÃE DE PRIMEIRA VIAGEM”:

PARA COMPRAR O LIVRO, CLIQUE:

Amazon: https://amzn.to/2S6NI8P
Livraria da Travessa: http://bit.ly/2PMLj10
Venda online com entrega em todo o Brasil