O nebulizador que seus filhos vão até pedir para fazer nebulização
Dica: aquele nebulizador que seus filhos vão até pedir para fazer nebulização (juro!)

Dica: aquele nebulizador que seus filhos vão até pedir para fazer nebulização (juro!)


10 de maio de 2018

Leo e Caê tiveram, sempre, muitos problemas respiratórios. Leo foi bebê chiador e asmático. Caê, com 3 meses, foi internado com uma bronquiolite e, por conta disso, teve muito problema respiratório durante todo seu primeiro ano de vida.

Toda santa vez que eu ia ao médico com um deles (e olha que não foram poucas) eu saía de lá com a orientação expressa de fazer o maior número possível de inalações (mínimo de três ao dia), para justamente soltar o catarro preso no pulmão, ajudar a limpar as vias aéreas superiores, desentupir o narizinho e fazer com que eles tivessem uma melhor qualidade na respiração.  

Os médicos (todos: pediatra, pneumo, médico do plantão do pronto-socorro,…) sempre me diziam que poucas coisas iriam ajudar tanto os meus pequenos a melhorarem quanto algumas bem feitas nebulizações. Algo seguro para a saúde do bebê e, ainda, supereficiente.

Mas toda vez que eu ouvia essa palavra “N E B U L I Z A Ç Ã O”, ou “I N A L A Ç Ã O” eu, confesso para vocês, saia atordoada do consultório. Juro, não é brincadeira. Kkkk!

A verdade é que meus filhos, desde muito pequenos, odiavam fazer inalação/nebulização. E isso transformava a minha vida num verdadeiro inferno quando eles estavam doentes. Para mim, era mais fácil dar remédio do que fazer a tal inalação (nebulização). Aí, passei a fazer com eles dormindo, mas logo depois descobri que isso é super contraindicado, já que fluidifica o muco que está parado no pulmão e como a criança está deitada, acaba não conseguindo expelir.

Moral da história: quase sempre fazia muito, mas muito menos inalações que o indicado pelos médicos. Isso quando fazia. Porque, para ser mais sincera, achava um verdadeiro trabalhão limpar, montar, procurar um lugar confortável perto de uma tomada, usar, desmontar, limpar de novo, guardar o trambolho e aí acabava desistindo depois de poucas “sessões”.

E assim, com vergonha, mas com total sinceridade, confesso que nunca fiz as inalações nos meus filhos como “manda o figurino” e como sempre foi indicado pelos médicos.

Mas agora os meus (e os seus!!!) problemas acabaram.

 

Há poucas semanas conheci o Nebzmart, um inalador (aparelho para nebulização) incrível, da farmacêutica Glenmark. Juro, gente! Incrível mesmo! Demais! Prático, simples, eficiente, que não faz barulho, que não dá trabalho montar, desmontar, procurar tomada e tudo mais e que, mais importante de tudo: as crianças não se importam (e até curtem) usar.

No dia do evento acabei mostrando o inalador no Stories e fiquei sabendo que um montão de seguidoras já conhece, já usa e ama. E também tive que responder dezenas de directs perguntando onde vende (já respondo: nas principais redes de farmácia do Brasil).

Bom, mas que inalador milagroso é esse? O que ele faz? O que ele tem de diferente? Por que eu gostei tanto dele?

Vou começar explicando que o Nebzmart utiliza um tipo de tecnologia diferente. Antes tínhamos os nebulizadores pneumáticos e os ultrassônicos. O problema dos nebulizadores que funcionavam com a tecnologia do pneumático era que eles eram demorados e super barulhentos.

Depois, os ultrassônicos vieram para melhorar isso (mais rápidos e menos barulhentos), mas não serviam para fazer nebulização com alguns tipos de medicamento (o mais utilizado no mercado, por exemplo, não funcionava com esse tipo de nebulizador).

Agora, o Nebzmart utiliza uma tecnologia de malha vibratória, que ultrapassa em muito a eficiência das tecnologias anteriores: totalmente silencioso e utiliza a medicação até a última gota (com os demais, sempre sobrava um pouco que acabava não sendo absorvido pelo organismo da criança).

Dica: aquele nebulizador que seus filhos vão até pedir para fazer nebulização (juro!)

Além disso, ele é compacto, muuuuito compacto, e portátil. Ele funciona a pilha ou através de cabo USB (muito legal!) e isso faz com que seja simples de utilizá-lo em qualquer lugar (se você carregar um power bank ou pilhas pode fazer a nebulização até dentro do carro, em viagem, com a criança dormindo sentada na cadeirinha). E como ele é pequeníssimo e leve dá para carregar dentro da bolsa mesmo, levar em viagens, passeios etc… (você se imagina levando um inalador tradicional num passeio de final de semana de poucas horas de duração? Claro que não! Pois agora dá e aí o tratamento da criança não fica comprometido só porque ela saiu da rotina).

Outra informação que vale a pena ressaltar é que, utilizando-se o Nebzmart, além de ser um processo mais rápido, não há alteração na temperatura da medicação. Ou seja, é possível utilizá-lo só com soro fisiológico ou medicamentos também, e esses não têm as suas propriedades alteradas em função da mudança de temperatura.

Por fim, acho importante salientar ainda a praticidade na hora de higienizá-lo. Para mim, um dos grandes problemas dos inaladores convencionais (pneumáticos ou ultrassônicos) é que eles dão um trabalho danado para serem limpos. E aí, o que eu acabava fazendo? Higienizava muito menos do que deveria. Agora, com o Nebzmart, como é super fácil fazer a higiene do aparelho, é totalmente possível higienizá-lo a cada uso, o que garante a total segurança do uso do aparelho e da manipulação dos medicamentos. Amei de paixão.

Quem quiser saber mais detalhes sobre a tecnologia, a eficiência e eficácia, a praticidade e o funcionamento do Nebzmart, basta entrar no site do produto www.nebzmart.com.br  Lá tem informações detalhadas.

E quem quiser comprá-lo (recomendo fortemente! E acho até muito bacana como opção de presente), ele já está a venda nas principais redes de farmácia do Brasil. Ou você pode procurar pelo nome dele (“Nebzmart”) no Google e ver a quantidade de locais que têm disponível. Ou seja, é fácil de achar! (a não ser que já esteja em falta).

Bom, espero que tenham curtido a dica. Aqui em casa, ajudou demais! Metade dos meus problemas do outono/inverno acabaram!

Dica: aquele nebulizador que seus filhos vão até pedir para fazer nebulização (juro!)