Festa tema pipa (bem simples) - a festinha de aniversário do Caê na escola | Macetes de Mãe

Festa tema pipa (bem simples) – a festinha de aniversário do Caê na escola


23 de Março de 2018

Era para esse post ter saído há bastante tempo. Na verdade, há várias e várias semanas atrás (já que o aniversário do Caê foi no dia 08 de fevereiro). Mas cadê que eu achei tempo para sentar e escrever sobre isso? Então, ele chega com um certo atraso, ma chega (antes tarde do que nunca, né gente!).

Bom, a ideia dele é compartilhar com vocês um pouco do que foi a “festinha” do Caê na escola. Coloquei o “festinha” entre aspas só para salientar mesmo que não foi uma festa, naquele modelo que a gente costuma pensar em festa, mas algo bem, mas bem simples mesmo, já que a escola do Caê exige isso e eu também acho que é o certo (a idéia é muito mais a proximidade entre os coleguinhas, a criança se sentir celebrada e amada, e para isso ninguém precisa de grandes aparatos).

Bom, a festinha do Caê na escola aconteceu no dia do aniversário dele mesmo, dia 08 de fevereiro. Três dias antes eu mandei o convite para a escola e o próprio Caê entregou um a um para seus coleguinhas (todo orgulhoso e feliz, como depois me contou a própria professora). E o convite foi feito por mim, com materiais que eu tinha em casa (adoro uma reciclagem) e com um pouco de papel contact que eu criei.

E o “tema” do convite, da festa, de tudo? (que “tudo” gente? ahahah!). O tema foi pipa, que foi a coisa mais simples que eu consegui pensar para poder reproduzir com as minhas próprias mãos.

Assim, peguei papeis coloridos que tinha em casa, recortei-os, escrevi com minha própria mão o texto do convite e colei um pedacinho de papel colorido que fez as vezes da tal “pipa tema da festa”. Vejam que simples e fofo. Eu amei porque sou muito, mas muito, da pegada “nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”.

Ah, e outro motivo de eu ter pensado nesse tema é que, no final de semana anterior à festa ao aniversário do Caê, fomos na festinha de aniversário de um amiguinho dele e a lembrança da festa foram pipas. Como o Leo ganhou uma e o Caê outra, eu aproveitei essas pipas que já tinha em casa e mandei como decoração da festa do Caê.

Bom, depois eu teria que pensar nos comes e bebes da festa. Que comes e bebes, gente? É lanche da escola. É coisa simples. É coisa que criança come no dia a dia, tendo só um bolinho junto para dar a graça na hora do parabéns. E assim, como minha rotina louca não me permitia fazer isso em casa, eu contratei o serviço da Panela de Duas, que é de duas amigas queridas e faz comidinhas deliciosas e saudáveis com um carinho que só mãe tem.

Então, o lanche na escola, aquele dia, foi especial, porque era a festinha do Caê. E eu mandei, feito pela Panela de Duas (no insta é só seguir @paneladeduas que elas tem coisas muito bacanas), salada de frutas e um bolinho de chocolate para tornar a comemoração mais especial (e elas fizeram temático no tema pipas também!). O suco foi fornecido pela própria escola.

E a lembrancinha? A escola do Caê deixa a critério de cada pai e mãe fazer a comemoração, dar ou não lembrancinha, mas eu achei legal dar sim, porque sei que o Caê ama dar, e aí sentiria feliz em entregar o seu “presentinho” para os colegas.

Aqui, eu também coloquei a mão na massa e parti para algo bem simples. Eu comprei sacolinhas de papel pardo, decorei-as com imagens de pipas, escrevi um agradecimento à mão mesmo e, dentro, coloquei como brinde uma caixinha de massinha de modelar, que crianças na idade do Caê amam (3 aninhos) e não me custou quase nada (paguei R$ 3,20 em cada caixa de massinha e acho que 1 real em cada sacola). O que custou mais caro foi o papel contact, que acho que foi R$ 14 reais, mas é claro que não usei tudo e agora estou aproveitando-o para fazer várias outras coisas com os meninos (a gente já fez até um QJ do PJ Masks que foi todo revestido com esse papel. E ainda sobrou papel para mais coisas. Ou seja, valeu o investimento).

Aqui o passo a passo da sacolinha da lembrancinha para quem quiser se inspirar nessa super obra muito complicada de reproduzir:

Fazer o risquinho da rabiola da pipa
Recortar em papel (usei contact pela praticidade) as pipas.
Colar a pipa na rabiola
Escrever uma mensagenzinha de agradecimento.
Colocar a lembrancinha dentro (aqui era uma caixinha de massinhas) e fechar com fita adesiva colorida.

Bom, mostrei aqui, nesse post, um pouco do que eu fiz para comemorar a festinha do Caê na escola. Mostrei tanto para vocês terem ideias de coisas simples do que dá para fazer quanto para vocês inspirarem-se na ideia de que não é necessário grandes festas e comemorações. Muitas vezes, algo simples, feito por nós mesmas, tem ainda mais significado.

Veja também: Festa de 1 aninho do Caê

Para a criança, tudo soa igual, afinal, elas não se ligam no material. E para nós, poder fazer (e aí sabemos que tem que ser simples porque tempo não sobra em vida de mãe) pode ser ainda mais significativo, especial e memorável (eu terminei as coisinhas da festa do Caê com um orgulho que não cabia em mim. Me sentindo quase uma artista plástica. Ahahahahahah!).