Categorias: experiências

O que é importante num casamento

Compartilhe:
pin it

Eu não sei o que é importante no seu casamento, mas sei o que é para o meu. E acredito muito que num casamento, é essencial respeitar o que é importante para o outro.

Imagine que seu marido venha te informar que irá para as Maldivas e que você não irá junto. Pense por um segundo na sua reação. Pois é, aqui NÃO foi isso que aconteceu. Meu marido irá para as Maldivas, sem mim, mas como se chegou a essa decisão é algo quase surpreendente.

Num casamento, respeite o que é importante para o outro

A verdade é que fui eu que cheguei para ele e disse: “Você precisa ir! Você tem que se dar esse presente. Você trabalha horrores e tem que gastar com você também”. E eu azucrinei. Quase fiz conchavo como amigo que fez o convite para convencê-lo a ir. E enfim, na semana passada, ele decidiu fazer essa viagem. Entre amigos, para surfar, para dar um tempo do trabalho, dos filhos, do cotidiano, dos problemas, do stress, de mim. 😂
E sabe por que fiz isso? Porque sei o quanto para ele é importante surfar e o quanto esse hábito faz falta na vida dele. E quando algo é realmente importante para alguém, eu respeito, e inclusive defendo, porque é algo que eu também quero que façam por mim.

Quando eu namorava o Otávio ele decidiu fazer MBA nos EUA. Ficaria dois anos fora e eu quis ir com ele. Me dispus a largar tudo para acompanhá-lo. Ele me disse: “Não quero que você vá. Não pelo menos nesse início, porque eu nunca tive a experiência de morar sozinho e quero tê-la. Você tem desde os 16 anos, eu não”. Apesar do choque inicial, eu entendi. Entendi a importância dessa experiência. E assim, lá foi ele. Eu fiquei aqui, morrendo de saudades, mas realizada por descobrir formas de ser feliz mesmo na sua ausência. Enfim, depois de um ano, me mudei para lá, moramos um ano nos EUA, voltamos, nos casamos e o resto da história vocês conhecem.
Agora falando um pouco do meu lado: ter tempo e liberdade para as coisas que eu amo – como ficar sozinha, sair/viajar só com amigas – é importantíssimo.

Por que um tempo longe das crianças é tão bom para um casamento?

E quando escolhi o Otávio para meu companheiro de vida (sim, eu que o pedi em casamento e um dia conto isso) eu o fiz por saber que ele entendia e respeitava isso. Respeitava o que era importante para mim.
E assim a gente vai levando nossa vida. Entendendo o que é importante para o outro e aprendendo a respeitar e até defender o que o outro precisa. Quando a gente consegue fazer isso, tudo fica mais fácil.

Veja mais!