O sono do bebê durante as férias | Macetes de Mãe
sono do bebê durante as férias

O sono do bebê durante as férias


19 de janeiro de 2019

Sono já é um desafio constante na vida materna. O sono do bebê durante as férias então… começa que é muito difícil manter a rotina nesse período, não é mesmo? Se você tiver dois filhos, sendo um bebê e outro maiorzinho, complica ainda mais. Porque o mais velho costuma ir para cama mais tarde e consequentemente acorda mais tarde também.

Acho que quando viajamos nas férias, a tendência é piorar ainda mais. Só que nem tudo está perdido! Temos a Marcia Horbacio, nossa colunista e especialista em sono materno-infantil. E hoje ela compartilha conosco 20 dicas! Eu disse VINTE dicas para lidar com o sono do bebê durante as férias, no avião e no destino escolhido. Confira!

20 super dicas para o sono do bebê durante as férias

Muitos pais se preocupam com o sono do bebê durante as férias. Se o bebê já dorme bem e tem uma boa rotina, a mudança de ambiente e até de fuso horário vai trazer problemas depois na hora de voltar para casa? O que fazer para evitar isso?

O post de hoje vai trazer 20 dicas incríveis de como aproveitar as férias com as crianças sem perder o sono na viagem e na volta dela! São dez dicas para a viagem no avião e dez dicas para o lugar de destino.

Primeiro, vamos falar de avião. Se você vai viajar de avião, olha só as dicas bacanas que já começam no aeroporto.

Férias, sono e viagem de avião

1. Para distâncias muito longas tente escolher um voo noturno. Se o voo é doméstico e não tão longo, prefira viajar de manhã, quando o bebê geralmente está de melhor humor. Se você vai viajar de voo noturno e esse voo é tarde da noite, deixe o bebê tirar uma soneca em casa mesmo que esse sono não esteja na rotina. E acorde o bebê na hora de ir para o aeroporto.

2. Hoje em dia as reservas são feitas online, mas quando viajar com crianças, tire um tempo para ligar para a companhia de viagem e perguntar sobre tudo o que é disponibilizado para passageiros com crianças. Algumas companhias oferecem um mini-berço, outras não. É bom reservar um com antecedência.

3. Faça o check-in pela internet para que não precise chegar no aeroporto e esperar por muitas horas.

4. A maioria das linhas aéreas dão a possibilidade de passageiros com crianças de embarcar na frente dos outros passageiros. Reconsidere essa oportunidade porque você não vai querer deixar as crianças esperando já nos seus assentos enquanto todos os outros embarcam. Elas podem ficar bem impacientes e cansadas, principalmente se já é bem tarde.

Leia também: rituais de sono que ajudam na hora do bebê dormir

5. Leve um cobertor leve e fita adesiva para fazer uma “tendinha” em cima do assento do seu filho para que as luzes da cabine não interfiram muito no sono. Ligue baixinho um aplicativo de ruído branco e deixe perto mas não tão perto da cabeça da criança.

6. Leve lanches variados e dê muita água para evitar desidratação no avião. Se for bebê de peito, alimente em livre demanda.

7. Leve as naninhas, chupetas e os bichinhos que a criança gosta para dormir e até mesmo o lençol que estava no berço dela ainda sem lavar para cobri-la no avião, assim ela sente o cheirinho familiar da cama dela

8. Pode ser uma boa ideia os dois pais sentarem separados (embora próximos) porque assim enquanto um lida com a criança, o outro consegue algumas horas de sono.

9. Faça o possível para trazer o ritual de sono de casa para o avião. Por exemplo, se você troca a fralda e o pijama , depois você lê uma estória, e depois dá de mamar, repita tudo igual no avião.

10. Quando viajar com crianças maiores, procure conhecer aplicativos que possam ser usados off-line para distraí-las sem uso de internet.

Sono e destino das férias

Você sobreviveu a viagem de avião com as crianças e chegou no seu destino. E agora, como administrar a rotina de todo mundo? Veja que nem tudo precisa ser perfeito, mas com alguns cuidados vocês podem aproveitar o passeio e ainda dormir !

1. Ao planejar a viagem com um bebê, seja realista: evite reservar três ou quatro atividades grandes num dia só. Monte o roteiro de maneira que vocês tenham algum tempo de descanso ( lembra que a noite pode não ser tão boa quanto em casa) no hotel. Você pode planejar uma atividade mais longa para a manhã e outra menor para a tarde.

2. Planeje fazer pelo menos uma refeição no hotel por dia. Você pode almoçar na rua, mas pedir um jantar a noite no quarto. Assim o seu bebê pode ir para a cama cedo e vocês também vão aproveitar muito mais cada coisa que fizerem. Aliás, dormir cedo é importante para os adultos que viajam também para que possam aproveitar melhor o dia seguinte.

3. Seja consistente com as sonecas. Isso não se pode flexibilizar. Se o seu bebê dorme no carrinho enquanto você passeia, tudo bem, mas se ele não dorme, planeje pelo menos uma soneca no hotel todos os dias. Lembre que privação de sono é cumulativa! Então se um bebê exausto não demonstra como se sente no primeiro dia, nem no segundo, nem no terceiro, lá pelo fim da semana ele pode estar muito mau-humorado e a família acaba perdendo o prazer de passear.

4. Se no hotel seu bebê vai dormir num berço portátil e você tem um em casa, na semana da viagem arme o berço e deixe que ele vá “praticando”. Assim, quando chegar no hotel o tipo de cama não será tão estranho assim. Leve também o bichinho que a criança gosta de dormir ou uma mantinha preferida.

Leia também: quantas horas o bebê deve dormir

5. Se vai viajar para um lugar com fuso horário diferente, a mais importante recomendação é deixar o bebê bastante exposto a luz natural para que os ritmos internos se adaptem mais rapidamente aos novos horários. Se quiser, pode na semana anterior da viagem começar a colocar a criança na cama mais cedo um pouco, ou mais tarde um pouco, dependendo se a viagem é mais para o oeste ou para o leste do planeta. Também dá certo se você não fizer nada antes e deixar o bebê se adaptar naturalmente. Se a viagem for menor que 1 semana, considere deixar o bebê nos horários do seu fuso horário.

6. Se em casa seu bebê não dorme no seu quarto, e você tiver a opção de colocar o bebê para dormir em outro quarto na viagem, desde que seja maior de 1 ano de idade e você se sentir segura com isso, seria muito bom que ele dormisse como dorme em casa. Se puder ter uma suíte, e armar o berço do bebê na sala seria uma ótima ideia.

7. Se o bebê chorar a noite, lembre que começo da viagem principalmente, ele pode estar assustado com o novo ambiente. Nunca deixe o bebê chorar num lugar estranho. Primeiro vá pertinho dele e o acalme como você costuma fazer no berço em casa. Se não adiantar, pegue no colo e faça ficar sonolento de novo e coloque no berço. Faça isso mesmo que tenha que fazer algumas vezes a noite, evitando tomar atitudes para ele dormir que você já não tomava em casa, como por exemplo, ficar com ele dormindo no colo por um longo tempo, ou levar para sua cama. Se você não compartilha a cama em casa, na viagem não é a melhor hora para começar.

8. Se for para a casa de parentes, você pode esperar que todos vão querer brincar com o bebê e isso muitas vezes pode acabar atrasando o sono dele. Explique já na chegada sobre os horários dele e que ele dormindo bem vai estar de bom humor para brincar com a família. E seja firme com os horários.

9. Seja firme mas não inflexível! Lembre que sair do horário uma vez ou outra não vai causar um estrago no sono do bebê nas férias, principalmente se você tem mantido a rotina na maioria das vezes, e ele não tem privação de sono acumulada, aproveitar uma noite aqui, outra ali vai valer a pena!

10. Aproveite seu verão com muita diversão e sono!

Assista também, esse vídeo, no Canal MdM, com dicas para lidar com a regressões de sono e normalizar o sono do bebê: