Passeio em família em Foz do Iguaçu | Macetes de Mãe

Passeio em família em Foz do Iguaçu


2 de março de 2018

Quando se pensa em Foz do Iguaçu, o que lhe vem à cabeça? Aposto que a resposta está entre Cataratas e compras no Paraguai, certo? Normal…, mas o que muitos não sabem é que Foz é um destino perfeito para um passeio em família. A cidade possui atrações diversas para todos os gostos, além de resorts e hotéis muito bem preparados para receber crianças. Confira o relato de viagem da leitora Gisele Bridi Dallazuanna.

Passeio no Parque das Aves em Foz do Iguaçu

Por Gisele Bridi Dallazuanna

Localizada no interior do Paraná, Foz do Iguaçu faz divisa com a Argentina e Paraguai. Tenho a sorte de morar pertinho e confesso que adoro passear na tríplice fronteira. Há muita beleza e passeios interessantes além das cataratas. Meu lugar preferido em Foz é o Parque das Aves. Quando o visitei pela primeira vez, muito antes de pensar em engravidar, já me imaginei passeando com meu filho ou filha por lá. Foi muito legal a primeira vez que fui ao parque, mas retornar agora com a Alice foi mágico.

Fomos em um sábado à tarde, o passeio durou cerca de duas horas e meia. Não levei nada de mais, comprei água na entrada do parque e passei protetor solar na bebê. Apesar das trilhas serem a maior parte na sombra em meio às arvores, estava bem quente. O ideal é visitar o parque pela manhã. As trilhas são de fácil acesso e é possível levar carrinho de bebê. Em todo o percurso há banheiros.

Para quem vai com crianças pequenas, minha dica é reservar um dia apenas para as Cataratas e um outro para o Parque das Aves. Apesar de serem parques próximos os passeios são longos e despertam muito o interesse das crianças. Para a diversão não se tornar em um cansaço só, vale separar as atrações em dias diferentes.

Seguimos o ritmo da Alice, passinhos curiosos de um ano e três meses. É proibido tocar nas aves, mas Alice queria pegar todos os “cocós” que via pela frente. Isso exige atenção redobrada, pois a interação com as aves é grande, muitos ficam soltos.

Fizemos uma boa pausa na lanchonete localizada no meio do parque.  Além de chopinho gelado, a lanchonete vende opções saudáveis como salada de frutas e água de coco. Índios Guaranis cantam em frente às mesas. É muito agradável admirar toda a paisagem sem pressa.

Posso garantir que a experiência que o parque proporciona é única. O contato com a natureza e uma variedade incrível de aves é sensacional. São várias as atrações, mas na minha opinião o auge do passeio é entrar no viveiro das araras. Araras azuis, coloridas, vermelhas… é lindo! Alice ficou um pouco receosa devido ao converseiro que elas fazem, mas isso não a impediu de terminar o passeio com palminhas e risos de alegria. A felicidade na carinha dela nos fez perceber que o passeio valeu a pena. Acredito que vou lembrar para sempre do rostinho curioso e da alegria com tantas novidades.

O Parque das Aves funciona diariamente das 8h30 até às 17h00, inclusive domingos e feriados. Fica localizado ao lado do Parque Nacional do Iguaçu, possuí estacionamento gratuito. O valor do ingresso é de R$ 40,00 por pessoa, crianças até 8 anos não pagam. Estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia.

O parque faz um trabalho sério de recuperação e conservação de espécies, algumas já em extinção. Das aves que estão no parque, 50% foram resgatadas de tráfico ou maus tratos e 43% das aves nasceram no parque. Percebe-se que há muito carinho no tratamento das aves, que ficam em viveiros em meio a Mata Atlântica. Há mais informações sobre o trabalho e projetos desenvolvidos no site www.parquedasaves.com.br. No site há também informações sobre tours guiados que proporcionam experiências completas. Vale a pena conferir!

Posts Relacionados:

Paraty com crianças – tudo o que você precisa saber

Viagem pela Europa com bebê de 6 meses (relato da leitora)

Veja também: Viajando com filhos – 15 Dicas para viajar sozinha com 2 crianças

E dicas do que levar na bolsa de passeio do bebê: