Pediram para esta mãe se “cobrir” enquanto amamentava... e ela o fez | Macetes de Mãe

Pediram para esta mãe se “cobrir” enquanto amamentava… e ela o fez


25 de dezembro de 2018

Hoje trago um texto sobre algo que, por incrível que pareça, ainda acontece em muitos lugares públicos. Só nós mães é que sabemos como algo tão natural pode incomodar ou constranger alguém, que por sua vez, não entende que a amamentação não passa simplesmente da alimentação do bebê.

Esta é uma livre tradução de um texto publicado no site Babble, que conta uma de diversas histórias que acontecem no dia a dia de quem amamenta. Porém, teve um fato curioso que viralizou como um alerta para todas as pessoas. Portanto, leiam até o fim e compartilhem essa mensagem!

Pediram para esta mãe se “cobrir” enquanto amamentava… e ela o fez

Por Katy Anderson

A amamentação pública pode agora ser legal em todos os 50 estados (nos EUA), mas parece que isso não impediu que estranhos pedissem às mulheres para “cobrir” quem está apenas tentando alimentar seus bebês.

A verdade é que se cobrir nessa hora nem sempre é tão simples quanto parece. Ainda bem que há heróis da amamentação como a mãe de três Melanie Dudley, que recentemente deu uma resposta brilhante a um homem que se aproximou da mesa onde ela estava amamentando e pediu que ela se cobrisse: ela colocou uma coberta espontaneamente sobre a cabeça e continuou.

Carol Lockwood, amiga de uma amiga, mais tarde compartilhou a imagem de Dudley com sua permissão no Facebook.

“A nora de uma amiga foi instruída a ‘se cobrir’ enquanto amamentava seu bebê, então ela o fez!” Lockwood escreveu na legenda. “Eu nunca a conheci, mas acho que ela é INCRÍVEL !!!… P.S .: Para resumir o assunto: Foi um homem que pediu a ela para se cobrir. Estava muito quente e extremamente úmido, e, não, ela não estava em um país muçulmano desrespeitando tradições. ”

Incrível mesmo! A Internet parece concordar, já que o post rapidamente se tornou viral com 64K interações e mais de 199K compartilhamentos.

Dudley disse à Babble que ela não estava tentando fazer um protesto naquele dia – pelo menos, não no começo. Ela estava realmente “cobrindo” seu bebê de 4 meses enquanto amamentava, antes desse encontro, mas na hora estava preocupada que seu bebê estivesse ficando muito quente. A família estava de férias em Cabo San Lucas, comendo em um restaurante do hotel, na praia.

“O FATO DE ESTAR QUENTE LÁ FORA FEZ COM QUE O PEDIDO DE “SE COBRIR” FICASSE MUITO MAIS OFENSIVO.”

Dudley diz que estava 32-35 graus lá fora e muito úmido.

“Costumo cobrir-me quando estou amamentando em público porque normalmente sou bastante tímida quanto a isso”, explica ela a Babble. “Comecei a amamentar meu bebê com uma cobertinha e estava ficando extremamente quente. Decidi retirar a coberta e pensei: “Estou de férias, não conheço ninguém aqui e estou de costas para o restaurante.”

O problema é que as condições não devem importar, mas o fato de estar quente lá fora fez com que o pedido para “se cobrir” ficasse muito mais ofensivo.

Dudley admite que ela ficou chocada com o pedido.

“Normalmente, eu não sou de ficar sem palavras, mas como eu estou amamentando meu bebê… para ouvir os comentários de ‘se cobrir’ você está em uma posição vulnerável, segurando seu bebê que está dormindo neste momento”, ela diz. “Eu disse ao meu marido para me passar a coberta… Eu só queria fazer uma declaração sem dizer uma palavra e apenas cobrir a minha cabeça.”

Bom para ela!

Houve um tempo, antes de ter meus próprios filhos, quando me perguntei por que todo o alarde de “se cobrir”. Nunca me incomodou se uma mulher optou por não fazê-lo, mas eu também não entendia por que elas não fariam isso para evitar todo o drama.

Então, eu realmente experimentei a amamentação em público para mim. Fiquei chocada com o quão difícil é realmente “se cobrir”. Todas as manobras que tive que fazer foram estranhas e meu bebê odiava. Eles não queriam se cobrir e normalmente puxavam para baixo junto de uma mordida! Mesmo se eu conseguisse prendê-lo e ele mamasse (o que era raro), eu sempre me preocupava com o superaquecimento dele, já que sua cabecinha ficava suada.

Sendo tímida como Dudley, eu normalmente amamentava no meu carro ou até mesmo (para minha vergonha agora) em um banheiro público. Oh, como eu gostaria de ter tido a iniciativa de amamentar meus bebês a céu aberto sem vergonha! Meus bebês não mereciam ter que se alimentar em um banheiro. E não há nada de errado com a amamentação pública.

Você pode gostar: 10 vídeos sobre amamentação que toda mãe precisa ver

Dudley diz que toda a atenção que ela está recebendo sobre este incidente é “um pouco esmagadora”. Mas ela não se arrepende de ter defendido seu direito de amamentar seu bebê como ela preferir.

“Fico feliz que esteja trazendo consciência e brilha uma luz de esperança positiva e apoio para as mães que amamentam em todos os lugares”, ela diz.

Em última análise, é sobre escolha: uma mãe deve ser capaz de escolher como e quando ela alimentará seu bebê neste país e em todo o mundo, considerando que isso aconteceu no México. Ela nunca deveria se envergonhar por suas decisões. Se uma pessoa acha a amamentação ao ar livre ofensiva, ela pode simplesmente desviar o olhar ou ir embora. Não é nada difícil agir assim.