Vacinas durante a gestação | Macetes de Mãe
Vacinas durante a gestação

Vacinas durante a gestação


17 de março de 2019

Esse é um daqueles posts que deve ser compartilhado para o maior número de pessoas, principalmente mulheres grávidas. A Dra. Renata Scatena, pediatra e nossa colunista aqui no MdM, compartilha conosco as três vacinas que não podem faltar de jeito nenhum na carteirinha das gestantes.

Infelizmente, em nosso país, caiu drasticamente o número de gestantes que tem feito a vacina contra a coqueluche durante a gravidez. E essa é uma das vacinas essenciais. Confira as informações abaixo e compartilhe.

Vacinas durante a gestação

Hoje já sabemos que o cuidado com a saúde do bebê deve se iniciar desde antes da concepção. Os primeiros MIL DIAS – período que vai desde a concepção até o segundo ano de vida do bebê são essenciais para o pleno crescimento e desenvolvimento Infantil. Época da vida em que todo o investimento trará inúmeros benefícios futuros.

Por esse motivo, a gestante deve redobrar os cuidados com a sua saúde pautada nos seguintes pilares

  • Alimentação saudável
  • Prática atividade física
  • Relaxamento
  • Evitar situações que causem estresse
  • Cuidar de sua saúde

Uma forma de prevenção de doenças é a imunização!

As gestantes devem ter a sua carteirinha de vacinação conferida e atualizada em todas as gestações.

As vacinas que não podem faltar na carteirinha de imunização das gestantes são:

  1. Gripe anualmente
  2. Hepatite B ( a gestante deverá ter o esquema de três doses completo, caso não tenha a carteirinha de vacinação, o esquema deverá ser refeito)
  3. Dtpa – A vacina contempla cobertura contra as seguintes doenças: Difteria, tétano e coqueluche.

Saiba a importância da vacina DTPA

A coqueluche é uma doença em ascensão em que idosos e bebês são os principais grupos de risco. Causa a famosa tosse comprida o que compromete a capacidade respiratória dos indivíduos acometidos. Nos bebês, existe um risco aumentado para insuficiência respiratória com consequente necessidade de internação, suporte de oxigênio e, em alguns casos, até suporte de ventilação mecânica.

Considerando a gravidade do quadro de um bebê com coqueluche, a OMS (Organização Mundial da Saúde) criou uma estratégia mundialmente conhecida como Cocoon (casulo), que consiste em vacinar todos aqueles que estão ao entorno de um recém-nascido. Pai, mãe, irmãos, avós e cuidadores além de todos os profissionais da área da saúde.

A DTPA vacina está na rede pública

No Brasil, a vacina é disponibilizada na rede pública para as gestantes a partir da 20°semana de gestação e puérperas até 42 dias pós parto. É importante que a gestante receba a vacina em todas as gestações, independente da época da última gestação, o que vai garantir a passagem dos anticorpos via transplacentária em cada gestação.

Familiares poderão receber a vacina nas clínicas particulares, preferencialmente antes do nascimento do bebê.

É importante ressaltar que a Bordetella Pertussis, bactéria que causa a coqueluche, pode estar na orofaringe dos adolescentes e adultos que tomaram a última dose da vacina há mais de 10 anos, caracterizando os portadores sãos. O que isso significa?

Leia também: toda gestante deve tomar a vacina contra a coqueluche

A vacina confere uma proteção de aproximadamente 10 anos. Pelo calendário da rede pública, a última dose da vacina com o componente Pertussis é realizada aos 5 anos de idade. Aos 15 anos e assim a cada 10 anos é realizada a vacina dupla adulto (dt com proteção apenas para difteria e tétano). Assim a população está suscetível a albergar a bordetella na orofaringe e não apresentar nenhum sintoma que faça desconfiar da coqueluche. A pessoa não desenvolve a doença, mas pode transmitir aos grupos de risco. Portanto, vacinar todos os contatos próximos de um bebê recém-nascido é imprescindível.

Existem outras vacinas que podem ser realizadas em gestantes. Mas é importante que o obstetra pondere risco e benefício em cada caso considerando suas peculiaridades.

CONHEÇA MEU LIVRO: “GRÁVIDA E PRÁTICA – UM GUIA SEM RODEIOS PARA A MÃE DE PRIMEIRA VIAGEM”:

PARA COMPRAR O LIVRO, CLIQUE:

Amazon: https://amzn.to/2S6NI8P
Livraria da Travessa: http://bit.ly/2PMLj10
Venda online com entrega em todo o Brasil